Solidariedade «enorme» de Olhão deu em 2 toneladas de ração para animais abandonados

«Esta não é uma cidade rica, mas ao nível do voluntariado e da solidariedade é enorme», considerou Célia Caravela, a […]

João da Rosa ofereceu 2 toneladas de comida à ADAPO_1«Esta não é uma cidade rica, mas ao nível do voluntariado e da solidariedade é enorme», considerou Célia Caravela, a presidente da Associação de Defesa de Animais e Plantas de Olhão , enquanto olhava para as quase duas toneladas de ração que alunos do agrupamento João da Rosa, em Olhão, angariaram ao longo de duas semanas, para oferecer à ADAPO.

Sacos grandes, outros mais pequenos, latas de comida e até sacos de plástico cheios de ração amontoaram-se esta terça-feira no recreio da EB 2,3 João da Rosa, onde foi mostrado o resultado desta ação solidária, promovida pela associação de pais deste agrupamento, em parceria com as escolas e com apoio da Junta de Freguesia de Olhão e dos cinemas do Ria Shopping.

Também presente esteve a turma do 3º AC da Escola EB1 da Cavalinha, que foi aquela que mais alimentos ofereceu. Como prémio, receberam uma ida ao cinema, bem como alguns momentos de “fama”, já que vão aparecer nos jornais e na televisão. E houve alguns que se preparam a rigor, não faltando alunos de gravata e até de laço.

No final, a responsável Célia Caravela não escondia a sua satisfação e até orgulho pela generosidade dos mais pequenos. «Não me espanta esta solidariedade, pois estes miúdos são fantásticos. Já nos tinha acontecido algo semelhante com os alunos da Alberto Iria, agora voltou a acontecer. Portanto, já espero deles esta resposta», disse.

«É uma ajuda muito grande, apesar de, com as necessidades que temos, se gastar depressa. Penso que a comida de cão dará à vontade para três meses. Já a de gato, tendo em conta que temos de alimentar 150, é capaz de não durar tanto tempo», considerou.

Certo é que esta é uma ajuda preciosa, já que «evitamos gastar dinheiro em alimentação, que podemos pagar aos veterinários, já que as nossas dívidas são elevadas».

João da Rosa ofereceu 2 toneladas de comida à ADAPO_2

Também Zaida Capitão, da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento João da Rosa, se mostra orgulhosa da generosidade dos alunos. «Estão todos de parabéns, porque fizeram um grande esforço de angariação, mesmo aqueles com mais dificuldades financeiras. É muito interessante e deverá ser marcante para os alunos saber que estão a ajudar animais abandonados, que precisam do seu auxílio», disse.

Houve, de resto, um grande entusiasmo à volta desta recolha de alimentos, por parte dos alunos. Até porque havia o aliciante da ida ao cinema, em grupo. «Notou-se muito esse entusiasmo. Eu até nem esperava que houvesse tanto, este volume final de alimentos recolhidos é impressionante», confessou o diretor do agrupamento João da Rosa Luís Felício.

Foi junto ao impressionante monte de comida para cão e gato que os alunos do 3º AC da Cavalinha receberam das mãos do presidente da Junta de Olhão Luciano Jesus o bilhete simbólico que os levará a ver o filme «As Cegonhas», que estreou recentemente.

«Nós, desde que fomos abordados pela associação de pais, disponibilizámo-nos a ajudar, imprimindo os livros que foram distribuídos [durante sessões de sensibilização no Dia Mundial do Animal]. Também já me ofereci para arranjar transporte para tamanha quantidade de alimentos, se for necessário. Este é um motivo de orgulho para todos nós», assegurou Luciano Jesus.

 

Vejas todas as fotos:

Fotos: Hugo Rodrigues | Sul Informação

Comentários

pub
pub