Portimonense Luís Costa consegue nova 8ª posição nos Jogos Paralímpicos

O atleta algarvio Luís Costa garantiu esta quinta-feira a 8ª posição na prova de estrada H5 dos Jogos Paralímpicos, que […]

Luís Costa_Atleta ParalímpicoO atleta algarvio Luís Costa garantiu esta quinta-feira a 8ª posição na prova de estrada H5 dos Jogos Paralímpicos, que estão a decorrer no Rio de Janeiro.

O ciclista, que disputou a prova de 60 quilómetros em handbikes (bicicletas propulsionadas com os braços), repetiu a mesma posição que tinha conseguido ontem, no contrarrelógio H5.

Esta quinta-feira, o vencedor da prova foi o sul-africano Ernst van Dyk, que venceu a prova ao sprint, no duelo com o campeão olímpico em título Alessandro Zanardi, ex-piloto de Fórmula 1 que perdeu ambas as pernas num acidente,  que ficou na 2ª posição. O bronze foi para ao holandês Jetze Plat.

Luís Costa era um dos favoritos nesta prova, mercê do estatuto de líder da classificação mundial da classe, mas acabou por não conseguir o seu objetivo de ganhar uma medalha.

«Queria mesmo fazer uma grande surpresa e a minha ideia era ir com eles mais ou menos até final e, nessa altura, tentar surpreender. Eu não era favorito e eles iam estar todos concentrados no Zanardi. Acreditei até ao fim, mas quando, a dois quilómetros da meta, olhei para trás, vi que estavam todos muito perto de mim. Bati-me em cima da linha e foi o que consegui», explicou o atleta estreante nos Paralímpicos.

Luís Costa, inspetor da Polícia Judiciária de 43 anos, nascido em Aljustrel mas residente em Portimão, perdeu a perna direita no dia em que fazia 30 anos, num acidente de viação. Nesta que é a primeira vez que disputa os Jogos Paralímpicos, traz para casa dois diplomas.

Comentários

pub
pub