Concurso “Rainha das Vindimas” com três dias de atividades em Lagoa

Sessões fotográficas, uma visita ao promontório da Senhora da Rocha e a Gala Final são as atividades que integram o […]

Rainha das VindimasSessões fotográficas, uma visita ao promontório da Senhora da Rocha e a Gala Final são as atividades que integram o concurso “Rainha das Vindimas”, que vai decorrer de 8 a 10 de Setembro, em Lagoa, no âmbito do galardão de “Cidade do Vinho 2016″.

O programa começa dia 8, feriado municipal de Lagoa, com a chegada das 16 candidatas. A representante algarvia será Ana Rita Faustino, em representação de Lagoa.

Já para o dia 9, está agendada a receção às candidatas e sessão fotográfica na Câmara Municipal, às 10h30, seguida de uma visita à Quinta dos Vales, às 11h30. Depois do almoço, às 12h30, haverá uma visita ao promontório da Senhora da Rocha, marcada para as 15h30.

O primeiro ensaio no Centro de Congressos do Arade, que será o palco da Gala Final, no dia 10, dá-se das 17h00 às 19h00. O dia termina com um jantar para as candidatas e organização, marcado para as 20h00.

No dia 10, todas as atividades serão no Centro de Congressos do Arade. Às 10h00, há um primeiro ensaio geral e produção, seguido de almoço as 12h30. Às 15h00, está marcada uma reunião de trabalho com o júri. O segundo ensaio geral do dia será às 17h00, com jantar às 19h00 até… às 21h30, hora de início da Gala Final.

Pelas 23 horas, será feita a entrega das Medalhas dos vinhos premiados na 15ª edição do Concurso Enológico Internacional “La Selezione del Sindaco” – que decorreu de 26 a 28 de maio, na cidade de L’Aquila, Itália – onde três vinhos portugueses ganharam a Medalha de Grande Ouro, prémio máximo de qualidade. A cerimónia contará com a presença de entidades nacionais e italianas ligadas à produção vitivinícola.

Este concurso “Rainha das Vindimas” foi lançado em 2008 pela Associação dos Municípios Portugueses de Vinho, com o objetivo de defender as «tradições regionais ligadas à produção do vinho», já que alguns municípios organizavam os seus concursos de Rainha das Vindimas.

«No atual mundo globalizado, com valores diferentes dos que caracterizavam a cultura ancestral portuguesa, pretende-se que esses valores culturais possam existir em sintonia com a modernidade», refere a Câmara de Lagoa.

 

Comentários

pub
pub