Mais um iate de luxo visitou o Porto de Portimão (com fotos)

Depois do «Radiant», foi agora a vez do «Yas». Primeiro, o 7º mais caro iate do mundo, avaliado em 258 […]

yas
Yas, no estuário do Arade

Depois do «Radiant», foi agora a vez do «Yas». Primeiro, o 7º mais caro iate do mundo, avaliado em 258 milhões de euros, agora o 6º mais caro, que deverá rondar os 300 milhões de euros. Ambos passaram pelas águas algarvias nos últimos dias, tendo estado atracados no cais comercial do Porto de Portimão.

Quando ontem o «Yas» entrou no estuário do Arade, as muitas pessoas que estavam nas praias da Rocha e Grande, de ambos os lados do rio, correram para fotografar este colosso dos mares…e do luxo. E a procissão em honra de Nossa Senhora da Conceição, que se faz no Arade com partida de Ferragudo, acabou por ter um inusitado pano de fundo.

O «Radiant», com 365 pés de comprimento (cerca de 110 metros, o comprimento de um campo de futebol) e com 19 de largura máxima, tem heliporto, armas sónicas e jatos de água capazes de afundar qualquer embarcação que se aproxime.

Antes de chegar a Portimão, esteve fundeado frente às praias de Vilamoura, proveniente de Ibiza. Acomoda 16 passageiros, servidos por uma tripulação de 44 pessoas.

radiant
Radiant, atracado no porto de Portimão

Pertenceu a Boris Berezovsky, o milionário russo encontrado morto em 2013, que antes o vendeu ao atual proprietário, Abdulla Al Futtaim, o 4º mais rico dos Emirados Árabes Unidos.

Abdulla Al Futtaim ocupa ainda a posição número 549 no ranking dos mais ricos do mundo e a sua fortuna está avaliada em mais de 2,8 mil milhões de euros, segundo a revista Forbes. A sua fortuna provém de negócios de distribuição das marcas de automóveis Toyota e Honda nos Emirados Árabes Unidos, assim como franchisings do Ikea, Toys ‘R’ Us, entre outros.

Quanto ao «Yas», é propriedade do xeque Hamdan bin Zayed Al Nikh al Nahyan, quarto filho do falecido emir do Abu Dabi e fundador dos Emirados Árabes Unidos. É meio irmão do atual emir. Já foi ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros do EAU. O iate deve ter sido batizado com o nome do seu filho Yas bin Zayed Al Nahyan.

O «Yas» tem 141 metros de comprimento (463 pés) e foi entregue ao seu dono em 2013. Foi construído nos estaleiros de Abu Dabi, usando como base o casco de uma antiga fragata da marinha real holandesa. Tem acomodações para 60 passageiros, com uma tripulação de 56 pessoas.

O seu casco foi combinado com uma estrutura de vidro, o que lhe dá um aspeto muito futurista. Está equipado com heliporto, spa, zona de lazer, entre muitas outras comodidades.

 

Fotos de: José Casimiro e Nilton Nunes

Comentários

pub
pub