Exposição permite viajar pela “Rota da Seda” sem sair de Faro

A exposição fotográfica “Rota da Seda”, inaugurada no sábado, dia 23 de Julho, traz ao espaço da ALFA- Galeria Arco, […]

Rota SedaA exposição fotográfica “Rota da Seda”, inaugurada no sábado, dia 23 de Julho, traz ao espaço da ALFA- Galeria Arco, na Vila-Adentro, em Faro, imagens do que é, atualmente, a “Rota da Seda”, que foi, no passado, uma importante via de comércio. A exposição de José Luís Santos conta com 40 fotos e está aberta de terça a sexta-feira, das 14h00 às 18h00, ficando patente até 17 de Agosto.

A Rota da Seda desdobrava-se num conjunto de percursos que uniam o Extremo Oriente ao mar Mediterrâneo, atravessando a maior parte do mundo até aí conhecido, para vender aquele e outros produtos aos comerciantes europeus.

Eram estabelecidas trocas comerciais e também culturais entre dois mundos tão distantes como desconhecidos um do outro. Segundo José Luís Santos, este foi o cerne do seu interesse por este tema.

Fotógrafo de viagens, José Luís Santos captou estas imagens ao longo de treze anos, em que visitou vários países, partindo de Veneza, continuando por Istambul e passando pelo Líbano, Israel, Palestina, Jordânia e Síria.

Apesar de estar ligada ao passado, o fotógrafo não quis explorar aquilo que foi a “Rota da Seda”, mas sim aquilo que é hoje. «Parti em busca das vidas de quem hoje aí habita, do seu dia-a-dia, cultura, dos seus sonhos, ou da visão que têm do Ocidente», revela.

Esta é exposição é, por conseguinte, «um registo da condição humana ao longo de milhares de quilómetros, que foram ponto de encontro de diferentes povos e culturas, em contraste com o mundo contemporâneo, em que a dificuldade do conhecimento e aceitação do outro é cada vez maior», conclui o artista.

 

Comentários

pub
pub