Antiga Fábrica da Cerveja dá mais espaço para o Algarve Design Meeting

Mais espaço, mais tempo, mais iniciativas e mais variedade. O Algarve Design Meeting está diferente, em 2016, em relação às […]

Videomapping SÉ (6)
Videomapping volta a apresentar-se no Largo da Sé, durante o Algarve Design Meeting

Mais espaço, mais tempo, mais iniciativas e mais variedade. O Algarve Design Meeting está diferente, em 2016, em relação às primeiras cinco edições, ganhou escala e «não deve nada a outros grandes eventos a nível nacional nesta área, superando mesmo alguns», acredita António Lacerda, um dos principais impulsionadores do evento.

Esta iniciativa de promoção do design, enquanto disciplina e também como expressão artística, começou no sábado e vai animar Faro até ao próximo domingo, dia 29 de Maio. O centro nevrálgico da 6ª edição é a antiga Fábrica da Cerveja, na Vila-Adentro de Faro, que, entre muitas outras atividades, está a acolher exposições «de designers reconhecidos mundialmente». Também já começaram as sessões de cinema ao ar livre, sobre temas relacionados com design, «alguns deles inéditos em Portugal».

Para isso, foi preciso intervir neste «espaço que estava desocupado, tornando-o funcional», segundo o professor da Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve, entidade que organiza o evento.

António Lacerda destacou, ainda, a terceira edição do Festival de Vídeomapping, que o largo da Sé recebe no sábado. Este tem sido um dos pontos altos das mais recentes edições do Algarve Design Meeting e, como aconteceu com o evento em si, também está em evolução. «Vamos projetar trabalhos de alunos da UAlg e da universidade de Tomas Bata, da República Checa, como no ano passado, mas também de alunos da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa.

Algarve Design Meeting 2016_2«Este é um evento único, em Portugal. Existem outras iniciativas de videomapping, mas são todas privadas. No nosso caso, são todos trabalhos não comerciais», destacou.

Talvez por isso, há academias de todo o país a querer participar. «Este ano, a Universidade de Aveiro esteve para se juntar, mas não foi possível, devendo participar no próximo ano. Também a Universidade do Porto já mostrou interesse em aderir, a partir do ano que vem. Queremos criar aqui uma rede aberta a todas as universidades», segundo António Lacerda, que também é dirigente e fundador da Associação Nacional de Designers.

Até que as paredes da Igreja da Sé sejam iluminadas pelo Videomapping, há muito design para ver, na Fábrica da Cerveja. E em horário alargado! «Estamos abertos todos os dias das 10h00 até à meia-noite, para que as pessoas possam visitar-nos. E temos tido muito público, incluindo turistas de visita à cidade», revelou.

Quem quiser saber tudo o que se irá passar, pode consultar o vasto programa do 6º Algarve Design Meeting, no site da iniciativa, onde está concentrada a informação sobre as diferentes exposições, os seminários que se irão realizar e as sessões de cinema que acontecem todas as noites, bem como sobre os seus protagonistas.

E, para que não se perca, o Sul Informação deixa-lhe as plantas das diferentes salas de exposição da antiga Fábrica da Cerveja:

Pátio

Algarve Design Meeting 2016_Pátio
Piso 1
Algarve Design Meeting 2016_Piso 1
Piso 1.5

Algarve Design Meeting 2016_Piso 1 5

Piso 2

Algarve Design Meeting 2016_Piso 2

Comentários

pub
pub