Funcionárias da Câmara de Olhão detidas por corrupção passiva

Duas fiscais de obras da Câmara de Olhão foram detidas esta tarde pela Polícia Judiciária por suspeitas de corrupção passiva para […]

Câmara-de-Olhão1Duas fiscais de obras da Câmara de Olhão foram detidas esta tarde pela Polícia Judiciária por suspeitas de corrupção passiva para ato ilícito.

No âmbito da operação chamada “Extranumerário” pela PJ, foram feitas ainda buscas domiciliárias e na Câmara Municipal de Olhão.

A PJ, que está a coadjuvar o Ministério Público na investigação, explica que as funcionárias, de 41 e 54 anos, «recorrendo à sua qualidade profissional, recebiam quantias monetárias de terceiros para a prática de atos contrários aos seus deveres funcionais», ou seja, aceitavam subornos.

As duas mulheres vão ser presentes nas próximas 48 horas ao juiz de instrução criminal, para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

O Ministério Público adianta ainda que o inquérito está em segredo de justiça.

Comentários

pub
pub