Câmara de Lagoa assina protocolo com a Escola de Guarda Redes Márcio Ramos

A Câmara de Lagoa assinou um protocolo com a associação “Escola de Guarda-Redes Márcio Ramos”, na modalidade de futebol. Segundo […]

Estádio da Bela VistaA Câmara de Lagoa assinou um protocolo com a associação “Escola de Guarda-Redes Márcio Ramos”, na modalidade de futebol. Segundo o protocolo, O município vai ceder o campo de futebol do Estádio Municipal da Bela Vista para que a escola possa aí exercer a sua atividade, ao mesmo tempo que divulgará as suas atividades no site da autarquia.

Por seu lado, a Escola de Guarda-Redes Márcio Ramos obriga-se, entre outras coisas, a divulgar os seus projetos junto de todos os munícipes do concelho de Lagoa, a apresentar ao Município o programa de atividades anual e o relatório da avaliação do projeto.

A Escola deve ainda «possibilitar a prática desportiva ao maior número possível de atletas masculinos e femininos, sem limitações, garantindo que todas as crianças que desejarem tenham acesso à escola», bem como proporcionar a «crianças e jovens com carências sociais e económicas a igualdade de oportunidade na prática de uma atividade desportiva».

Deverá também acolher gratuitamente as crianças do concelho indicadas pelos Serviços de Desporto e Juventude do Município de Lagoa, «proporcionando-lhes as mesmas condições das crianças pagantes».

O objetivo da Escola é incentivar, qualificar e valorizar o interesse dos jovens pela posição de Guarda-Redes, colmatar esta lacuna no futebol de formação, proporcionando a todos os Guarda-Redes treinos de elevada qualidade, com um técnico de grande experiência e conhecimento profissional na área, formar jovens como atletas e como seres humanos, com princípios e hábitos saudáveis que perdurem para toda a sua vida adulta, desviando assim os seus comportamentos de outros males que tanto afetam a nossa sociedade.

Outras obrigações da associação passam por «possibilitar, dentro das limitações de instalações desportivas, a realização semanal e anual de grande número de treinos», «participar nas ações de formação promovidas pelo município» e ainda «fazer incluir no material de informação e divulgação das respetivas iniciativas desportivas o apoio e/ou patrocínio do Município de Lagoa».

A Câmara lagoense considera que compete «às autarquias um papel ativo na procura de soluções para fomentar a prática desportiva e procurar as melhores respostas para os problemas locais». Tudo para «criar mais e melhores condições de acesso às atividades desportivas para o maior número de cidadãos dos diversos grupos etários».

Na sua programação de atividades para o concelho, a autarquia – a par da formação de quadros, aproveitamento e rentabilização das infraestruturas existentes, apoio à estrutura associativa e incremento da estrutura competitiva – tem apostado na criação de «condições para o desenvolvimento desportivo, com lançamento de atividades regulares e pontuais que envolvam todos os agentes e entidades ligados ao desporto».

Comentários

pub
pub