ACRAL desiste da ação contra o IKEA

A Associação de Comércio e Serviços do Algarve (ACRAL) desistiu da ação judicial contra o IKEA, decisão secundada pelas restantes […]

IKEAA Associação de Comércio e Serviços do Algarve (ACRAL) desistiu da ação judicial contra o IKEA, decisão secundada pelas restantes associações empresariais do Algarve envolvidas no mesmo processo.

Numa das primeiras medidas tomadas depois da tomada de posse, o novo presidente da ACRAL Álvaro Viegas reuniu-se com a administração do IKEA para pôr fim ao litígio existente entre as partes, desde 2011.

Logo desde o início do processo de licenciamento do IKEA, a ACRAL e várias outras associações empresariais do Algarve tentaram impugnar judicialmente a implementação do projeto.

Agora, contudo, concluído o processo de licenciamento, “não faz sentido continuar a litigar com providências cautelares”, sustenta Álvaro Viegas.

Para o presidente da ACRAL, “o IKEA vai ser uma realidade – cabe-nos encontrar as melhores estratégias para transformar esta ameaça numa oportunidade: as Câmaras Municipais têm aqui uma boa oportunidade para, conjuntamente com a ACRAL, encontrarem soluções para atrair às suas cidades os muitos milhares de visitantes do IKEA”.

“O litígio entre o IKEA e as associações empresariais do Algarve está sanado graças à intervenção da ACRAL: saibamos todos, empresários, associações e autarquias, aproveitar este momento”, conclui Álvaro Viegas.

Ontem, a marca sueca anunciou que o centro comercial IKEA, em Loulé, que vai abrir no Verão de 2017, vai chamar-se MAR Shopping Algarve. Foi também anunciado que uma das marcas que se irá instalar no novo shopping será a Primark. As obras, entretanto, decorrem a toda a velocidade.

Comentários

pub
pub