Projeto para a nova ponte definitiva sobre o rio Gilão já foi adjudicado

26 anos depois de ter sido construída, a ponte militar de Tavira deixou de ser provisória e tornou-se uma necessidade […]

Ponte Militar de Tavira_2015_426 anos depois de ter sido construída, a ponte militar de Tavira deixou de ser provisória e tornou-se uma necessidade para a cidade. No entanto, devido ao seu estado de degradação, a Câmara Municipal de Tavira vai avançar com a construção de uma nova travessia do rio Gilão, para a substituir.

Para isso, o Município acaba de adjudicar à empresa A2DP Consult – Estudos e Projetos, pelo valor de 31.970,01 euros (mais IVA), a elaboração do projeto de execução para essa nova ponte.

A atual ponte militar foi edificada depois das cheias de 1989, para substituir a antiga ponte, dita romana, sobre o Gilão, que ficou danificada. A circulação automóvel entre as duas margens do rio foi retirada dessa antiga ponte, para a então nova travessia, anunciada como provisória.

Face ao atual estado da infraestrutura e à necessidade de manter aberto, em plena Baixa da cidade, o trânsito automóvel, a Câmara de Tavira considera que se torna «urgente a substituição desta estrutura por uma definitiva que garanta as condições de segurança dos utentes».

«A edificação de uma ponte definitiva, em conjugação com as recentes intervenções no centro de Tavira, beneficia e valoriza a zona nobre da cidade», acrescenta a autarquia.

Comentários

pub
pub