Desenvolvimento Local do Barlavento terá verba de 4,7 milhões de euros

O Grupo de Ação Local que irá gerir fundos no valor de 4,7 milhões de euros, destinados ao desenvolvimento local no Barlavento Algarvio, […]

Congresso Desenvolvimento Rural (7)O Grupo de Ação Local que irá gerir fundos no valor de 4,7 milhões de euros, destinados ao desenvolvimento local no Barlavento Algarvio, assinou nas últimas semanas três contratos para a gestão das Estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) nesta zona do Algarve.

Este processo será coordenado pela Associação Vicentina, entidade gestora, deste GAL, que junta parceiros públicos e privados.

Um dos contratos destina-se ao apoio de Estratégias de Desenvolvimento Local nas áreas rurais, nos concelhos  de Portimão, Lagos, Silves, Monchique, Aljezur e Vila do Bispo. Os outros dois contratos, são relativos a iniciativas em zonas urbanas, nomeadamente em bairros de Lagos e Silves (Lagos Cidade 2020 e Silves Cidade 2020).

«Ultrapassada esta longa fase de constituição das parcerias, conceção da estratégia e atribuição de financiamento às EDL, é com expetativa que aguardamos as orientações necessárias para dar início à implementação das estratégias, através de atividades de animação da parceria e abertura de concursos para candidaturas a financiamento», anunciou a Vicentina.

Sobre a entidade gestora:

A Vicentina é uma associação de desenvolvimento local, constituída em 1992. Possui por objeto social o desenvolvimento local, a formação e a melhoria das condições culturais, sociais e materiais de vida das comunidades e áreas abrangidas, recorrendo a todas as iniciativas consideradas úteis à sua prossecução.

Sediada em Bensafrim estende a sua intervenção a vários Concelhos – Aljezur, Vila do Bispo, Lagos, Monchique, Portimão, Silves, Lagoa e Albufeira, podendo desenvolver o seu trabalho noutras zonas da Região do Algarve e do País. Desde o início da sua atividade, a Vicentina concebeu, geriu e/ou participou na elaboração e execução de Programas e Projetos de desenvolvimento local.

Comentários

pub
pub