Contramaré lança “RetrÓleo” na luta contra a exploração petrolífera

“RetrÓleo”, um projeto de intervenção artística que se destina a sensibilizar as pessoas contra a exploração petrolífera no Algarve, vai ser apresentado […]

retrÓleo Press (2)“RetrÓleo”, um projeto de intervenção artística que se destina a sensibilizar as pessoas contra a exploração petrolífera no Algarve, vai ser apresentado no sábado, 13 de fevereiro, às 15h00, na Praça Manuel Teixeira Gomes, em Portimão.

A peça de performance e dança é uma co-produção de Maurícia Neves e da associação Contramaré e conta com a participação de 17 alunos da Escola da Bemposta, de Portimão.

Marta Belo, da Contramaré, em declarações ao Sul Informação, disse que a peça é «uma mistura entre coreografia corporal e voz, numa espécie de mecânica musical». A peça apela à consciencialização na luta contra a exploração de hidrocarbonetos no Algarve.

«Estamos contra! Contra a ganância, o despudor de ignorarem as populações, de ignorarem a natureza e a vida», afirma a associação. O projeto, «simpatizante» da Plataforma Algarve Livre de Petróleo, quer provar que o petróleo, procurado em Portugal desde 1938, «representa um retrocesso na sociedade e não um progresso».

A Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) e a Associação de Surf e Atividades Marítimas do Algarve (ASMAA) são os parceiros do evento. «Queremos a participação do maior número de pessoas, até porque escolhemos a Praça [Manuel Teixeira Gomes], para o efeito», diz Marta Belo.

Num momento em que os municípios algarvios pedem a suspensão e a avaliação dos contratos de pesquisa e exploração de petróleo e gás natural,  este tipo de iniciativas «dão voz ao povo». Por isso, «levar as pessoas a refletir, é essencial», considera a responsável da Contramaré.

Além de”RetrÓleo”, a Contramaré  já realizou um debate no fim de Novembro passado, na Sociedade Vencedora Portimonense, sede da associação, para a sensibilização acerca do tema. O evento foi transmitido em streaming, para alcançar um maior número de pessoas.

Comentários

pub
pub