Minas de Sal-Gema inspiram Workshop Internacional de Arquitetura em Loulé

Loulé vai acolher o Workshop Internacional de Arquitetura «Under Scapes», que irá dar especial atenção à Mina de Sal-Gema que […]

Mina de Salgema Loulé - C.M.Loule - MiraLoulé vai acolher o Workshop Internacional de Arquitetura «Under Scapes», que irá dar especial atenção à Mina de Sal-Gema que existe no concelho, entre o dia 29 de Agosto e 4 de Setembro.

A discussão sobre o programa de intervenção nas minas constitui um dos desafios deste workshop, que irá juntar estudantes e professores de seis escolas europeias de arquitetura paisagista.

Além de ficarem a conhecer as Minas de Sal-Gema de Loulé, os participantes no workshop vão realizar uma visita guiada ao Santuário da Mãe Soberana, com sessão preparatória no Convento Espírito Santo e enquadramento pelo diretor de departamento de Urbanismo do Município, Manuel Vieira, e pelo consultor da Autarquia para esta área, Carlos Delgado.

Uma passagem no evento Noite Branca e uma apresentação final, numa sessão pública na Sala da Assembleia Municipal, com o júri constituído por Emilia Giiorgi (curadora do Museu MAXXI), Johannes Kuehn (do Kuehn Malvezzi Studio), são outros pontos de destaque do programa.

Os tutores convidados para esta iniciativa da Câmara de Loulé, que tem direção científica da Campos Costa Arquitetos, são Filipa de Castro Guerreiro, Eduardo Pinto, Leonor Themudo Barata, Stefano Tornieri, Michelle Howard, Thamsz Glowacki, Johannes Kuehn, Emilia Giorgi, Margherita VAnore, Duarte Santo, Jordi Bellmunt e João Soares.

Os participantes vêm da FAUP – Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, ISA – Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, IUAV – Università di Architettura di Venezia (Itália), ETSAB – Escola Tecnica Superior d’Arquitectura de Barcelona (Espanha), Akademie der binden Kunste Wien (Áustria) e
PWR – Wroclaw University of Technology (Polónia).

A Mina de Sal-Gema localiza-se na Campina de Cima, na zona nordeste da cidade de Loulé. Muitos quilómetros de galerias estendem-se sob a cidade e é aí, entre os 230 e 270 metros de profundidade, que é extraído sal-gema de grande pureza, destinado ao uso industrial e ao degelo das estradas associado à segurança das vias rodoviárias.

Existe um projeto de Turismo Mineiro para este local, que tem como objetivo diversificar a oferta turística do Concelho e da região e que assenta em três vertentes fundamentais: uma área para serviços de “storage”, isto é para armazenagem documental, um Parque Temático/Museu do Sal e a criação de um hotel com quartos e SPA.

Comentários

pub
pub