Jesus diz que Vitória é inteligente, técnico do Benfica só pensa no jogo (com fotos)

Os treinadores de Benfica e Sporting fizeram esta tarde a antevisão da partida de amanhã da Supertaça que se vai […]

Jesus vitoriaOs treinadores de Benfica e Sporting fizeram esta tarde a antevisão da partida de amanhã da Supertaça que se vai disputar no Estádio Algarve. Jorge Jesus e Rui Vitória, depois de um passeio no relvado com as respetivas equipas falaram aos jornalistas e ambos assumiram a ambição de ganhar o troféu, sendo que o reencontro que vai acontecer entre o atual treinador do Sporting e a antiga equipa, o Benfica, foi um dos temas chave das conferências de imprensa.

O primeiro a falar aos jornalistas foi Jorge Jesus. O treinador leonino elogiou a inteligência de Rui Vitória por não ter feito alterações na forma de jogar do Benfica, desde a época passada, reassumindo o que disse em entrevista à RTP durante esta semana.

«Dos jogos que vi do Benfica, vi o mesmo sistema, a mesma ideia de jogo, a mesma estratégia nas bolas paradas, tudo igual. O que tenho de fazer é dar os parabéns ao treinador do Benfica, porque é inteligente, manteve as coisas como estavam, e que deram vitórias», afirmou.

 

Jorge Jesus (5)Sobre o jogo de amanhã, Jesus realçou que vai ser «uma final entre dois rivais, e ambos os clubes têm a consciência da importancia desta final. Ambos querem ganhar e vamos ver quem é o melhor».

Para Jorge Jesus, «é bom para o Sporting estar aqui, é importante jogar uma final, o adversário não é importante. Só quem cá chega são os melhores. Estamos a trabalhar com uma ideia completamente diferente, a maior parte dos jogadores nunca trabalhou comigo. O que importa é fazer um jogo dentro das nossas capacidades, é uma final, e temos de jogar com quem for».

Jesus vai estrear-se no banco do Sporting frente ao Benfica mas, para o treinador, esta é só mais uma final. «É verdade que é o primeiro jogo a sério, mas não tem nada de especial. É uma final. Felizmente, nos últimos seis anos, estive em muitas finais, só não estive na Champions e no Campeonato do Mundo. Esta é a primeira ao serviço do Sporting, nada mais que isso», reforçou.

Apesar de Jorge Jesus assumir que os jogadores do Sporting «não estava muito habituados a muitas finais» nos últimos anos e que, por isso, pode haver «alguma ansiedade», o treinador mostra-se confiante em conquistar o troféu: «o favoritismo [do Benfica] não dá direito a ganhar a final. Estes jogadores do Benfica “só” ganharam em dois anos sete troféus em oito, mas isso não lhes dá o direito a serem melhores. Estamos com muita ambição e confiantes para disputar a final».

Questionado sobre a possibilidade de os jogadores do Benfica poderem estar extra-motivados com as suas palavras, Jorge Jesus desvalorizou: «os jogadores do Benfica têm muita categoria, estas palavras são iguais a zero, para eles. Conheço-os muito bem, o que disse não teve nada a ver com os jogadores. É outro filme e há quem queira tirar partido da minha declaração. Os jogadores do Benfica estão super-educados, super-preparados, porque conheço-os como as palmas das minhas mãos. Eles têm outros padrões, isto para eles é brincadeira», afirmou.

O técnico refutou ainda a hipótese de ir encontrar amanhã um Benfica mais fraco em relação ao ano passado, depois das saídas de Maxi Pereira e Lima. «No ano passado o Benfica não perdeu dois jogadores, perdeu muitos, e ganhou tudo, isso é só para adormecer quem não está atento».

Durante esta semana chegaram ao Sporting mais dois reforços: Aquilani e Bruno Paulista, mas o treinador adiantou que não vão jogar.

Rui Vitória (2)No caso do Benfica, chegou Mitroglou também esta semana e Rui Vitória adiantou aos jornalistas que o internacional grego se poderá estrear amanhã. «Mitroglou está dentro lote de convocados e pensámos que podia acrescentar qualquer coisa à equipa», adiantou.

Sobre o resto da equipa a apresentar na Supertaça, Vitória recusou-se a «avançar o que quer que seja antes do tempo», dizendo apenas que «amanhã vamos apresentar uma equipa que sabe a responsabilide jogo, recheada jogadores com muita capacidade, que trabalham de forma árdua e que vão para o jogo com grande vontade de vencer».

Sobre o jogo, Rui Vitória diz que a «semana de trabalho foi muito positiva, dentro da linha de funcionamento e da grandeza do Benfica. Foi uma preparação normal, dentro do contexto de uma final e é uma competição que temos para ganhar».

Para o treinador do Benfica, a má pré-época, já lá vai e «sobre o passado, não vale a pena discutir o que quer que seja. Já foi tudo analisado e vamos apresentar uma equipa com responsabilidade e ambição de vencer, porque um clube grande pensa assim».

Os jornalistas quiseram saber o que Rui Vitória pensa sobre as palavras de Jorge Jesus, mas o treinador encarnado recusou fazer qualquer comentário. «O meu foco é naquilo que é o jogo de amanhã. Um Benfica-Sporting, um clássico, um dérbi com tradição no futebol português. Espero um estádio cheio, e espero que seja um espetáculo belíssimo, que as pessoas se divirtam e que ganhe o Benfica. Tenho o foco direcionado para o jogo, preocupo-me muito com minha equipa e o resto não interessa para nada», disse.

Após nova pergunta sobre a mesma questão Rui Vitória foi mais rígido: «eu respondo e falo com quem quero, quando quero e quando minha cabeça decide. Hoje, o mais impostante é uma final e isso passa por cima do que quer que seja, e de qualquer individualidade», respondeu.

 

 

Comentários

pub
pub