Desassoreamento da foz do Mira para reforçar praia da Franquia em consulta pública

O processo de transposição de sedimentos da foz do rio Mira para reforço do cordão dunar da praia da Franquia, […]

VilaNovaMilfontesO processo de transposição de sedimentos da foz do rio Mira para reforço do cordão dunar da praia da Franquia, em Vila Nova de Milfontes, encontra-se em fase de em consulta pública, a decorrer até 13 de agosto.

Decorrida a fase de avaliação de impacte ambiental, da responsabilidade da Agência Portuguesa de Ambiente, e declarada a conformidade do Estudo de Impacte Ambiental do projeto, é agora iniciada a respetiva consulta pública.

O projeto é promovido no âmbito do Polis Litoral Sudoeste – Sociedade para a Requalificação e Valorização do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

A Câmara Municipal de Odemira considera, em nota de imprensa, que o desassoreamento da foz do rio Mira e o reforço do cordão dunar da praia da Franquia «são fundamentais do ponto de vista ambiental e económico para Vila Nova de Milfontes».

«Há muitos anos que consideramos esta intervenção indispensável, porque a mais-valia que a praia representa para Vila Nova de Milfontes é muito grande, tanto do ponto de vista económico como ambiental. Por outro lado, há a questão da navegabilidade do rio, que está condicionada e é fundamental», defende José Alberto Guerreiro, presidente da Câmara de Odemira.

Os documentos podem ser consultados no site da Agência Portuguesa de Ambiente, em
http://siaia.apambiente.pt/AIA1.aspx?ID=2825

Comentários

pub
pub