Ativistas anti-portagens na A22 anunciam novos protestos para os próximos meses

O verão está aí à porta e, com ele, chegam mais protestos contra as portagens na A22. A Comissão de […]

Protesto Ibérico anti-Portagens na Ponte do Guadiana_16O verão está aí à porta e, com ele, chegam mais protestos contra as portagens na A22. A Comissão de Utentes da Via do Infante (CUVI) anunciou que irá levar a cabo diversos protestos, nos próximos meses, naquilo que designou «Jornada de Luta/Verão 2015».

O programa de protestos para os próximos meses foi decidido numa reunião que a comissão promoveu, no passado fim-de-semana, em Loulé, cujo resultado foi divulgado esta segunda-feira.

Do plano, fazem já parte os “tradicionais” protestos frente às casas de férias do Primeiro-Ministro e do Presidente da República. Ambos os protestos terão lugar em Agosto.

Na Manta Rota, onde o Primeiro-Ministro passa sempre alguns dias, no Verão, os elementos da CUVI prometem fazer «uma acampada para desalojar Passos Coelho da sua casa de férias».

Já na Aldeia da Coelha, onde Cavaco Silva tem casa, a ideia é «fazer o despedimento/despedida do Presidente da República, pois este é o último ano que Cavaco Silva será Presidente da República e os algarvios não esquecem as suas responsabilidades na imposição das portagens».

Também já habitual, é a presença dos membros da CUVI na Festa do Pontal, em Quarteira, que marca a rentrée política do PSD. Este ano não será diferente, até porque os ativistas anti-portagens pretendem dizer aos membros do Governo «que a luta contra as portagens continua mais forte do que nunca, fazendo-lhes recordar as suas responsabilidades na tragédia do Algarve e que continuam “personas non gratas” nesta região».

Protesto Ibérico anti-Portagens na Ponte do Guadiana_21Além destes protestos, diretamente direcionados aos governantes, haverá outro tipo de manifestações. A 23 de Maio, a CUVI vai promover nova marcha-lenta na EN 125, «com colocação de um memorial e assinalar um momento de silêncio num local onde ocorreram vítimas mortais».

Para 4 de Julho, está agendada «uma nova ação contra a estrada da morte», cujos pormenores só serão divulgados mais tarde. A CUVI também decidiu marcar presença na Concentração Internacional de Motos do Motoclube de Faro, que decorre de 16 a 19 de Julho, no Vale das Almas, em Faro.

«Para esta forte jornada de luta anti-portagens, a Comissão de Utentes irá procurar o apoio e juntar forças com diversas personalidades e entidades e com outros movimentos sociais, como o “Movimento Algave Sem Portagens” e o “Movimento Je Suis Ilhéu” que luta contra as demolições nas ilhas barreira da Ria Formosa», revelou a CUVI, numa nota de imprensa.

Os ativistas anti-portagens algarvios também estão a tentar firmar uma parceria com o «Movimento Anti – SCUTS», de contestação às portagens nas Scut’s e contra as penhoras a nível nacional.

Comentários

pub
pub