Presidentes das associações de estudantes de Quarteira e Loulé defendem Hélder Semedo

Os presidentes de associações de estudantes de Quarteira e Loulé saíram em defesa do líder demissionário da Juventude Socialista de […]

Juventude Socialista de LouléOs presidentes de associações de estudantes de Quarteira e Loulé saíram em defesa do líder demissionário da Juventude Socialista de Loulé Hélder Semedo, após a cisão interna nesta estrutura local, que levou à dissolução do secretariado concelhio e à consequente antecipação de eleições.

Os dirigentes da Associação de Estudantes de Quarteira João Pires e da Associação de Estudantes da Cidade de Loulé Celso Dias reagiram à demissão de Hélder Semedo, em tomadas de posição distintas, afirmando o seu apoio ao presidente da concelhia demissionário.

Hélder Semedo apresentou a sua demissão do cargo na passada quinta-feira, um dia depois de três dos cinco membros do secretariado concelhio da JS se terem afastado do órgão, alegando «uma forte discordância relativamente à condução política da Concelhia» pelo agora coordenador demissionário.

João Pires, da AE de Quarteira, veio em defesa do coordenador demissionário nesse mesmo dia, afirmando que este contava com «o seu apoio incondicional».

Helder Semedo JS Loulé«Agradeço todo o apoio prestado pelo actual líder [da JS/Loulé], porque pela primeira vez, desde há 12 anos, os jovens de Quarteira foram escutados em decisões que lhes dizem directamente respeito, e isso só foi possível graças ao espirito de diálogo demonstrado pela actual liderança dos jovens socialistas louletanos», considerou João Pires.

Já Celso Dias, da AE de Loulé, reagiu às demissões na sexta-feira, deixando críticas aos opositores internos de Hélder Semedo, que «são este tipo de situações que descredibilizam a política juntos dos jovens».

«Apesar do descontentamento de três indivíduos dentro da JS Loulé, a estrutura não pode ficar bloqueada por meros interesses pessoais por quem só quer o poder pelo poder e que não olha a meios para atingir os seus fins, mesmo que isso deite por terra a vontade dos jovens do concelho», acusou o presidente da AE de Loulé.

O representante dos estudantes louletanos já havia reagido publicamente, um dia antes, com uma mensagem no Facebook.

«Este texto foi feito com um único fito, reforçar um amigo. Espero que seja coerente quando digo que Hélder Semedo é e sempre foi um individuo com quem pude contar, em bons ou maus momentos, um individuo que não escolhe, distingue ou classifica ninguém. Espero que com este texto breve possa deixar explicito o valor de Hélder Semedo enquanto individuo e enquanto pessoa, notável, humilde e amigável. Que nada te derrube», escreveu Celso Dias, naquela rede social.

A demissão do secretariado concelhio da JS/Loulé obrigará a novas eleições e Hélder Semedo já anunciou que será recandidato a líder daquela estrutura partidária.

Comentários

pub
pub