GNR de Vilamoura detém homem por posse de arma proibida e furto em automóveis

A GNR de Vilamoura deteve esta quarta-feira, ao final da manhã, um homem de 34 anos por posse de arma […]

GNRA GNR de Vilamoura deteve esta quarta-feira, ao final da manhã, um homem de 34 anos por posse de arma proibida e furto no interior de automóveis. A detenção aconteceu quando o indivíduo estava a consumir droga, na companhia de uma mulher de 42 anos, dentro de um automóvel, junto ao parque de estacionamento da Praia da Falésia em Vilamoura.

A presença de um automóvel num «local ermo e isolado» despertou a atenção da patrulha que estava numa ação direcionada ao combate à criminalidade. Segundo comunicado da GNR, «após avaliação da situação, os militares procederam à abordagem do veículo e controlo do casal ocupante».

Foi então que os militares viram que os suspeitos estavam a consumir droga e que, no interior do veículo, havia armas proibidas e «diversos objetos cuja proveniência os ocupantes não conseguiram justificar».

A GNR acabou por apreender três bastões, um deles extensível, uma faca de abertura automática e diversas facas e navalhas.

Além das armas, os militares apreenderam ainda uma cabeleira, um gorro, vários pares de luvas, um pé de cabra, duas lanternas, dois pares de binóculos, três jerricans, um alicate de corte de ferro, uma caixa de ferramentas, um tico-tico, um martelo pneumático, um berbequim, uma extensão elétrica, um GPS, dois telemóveis, várias chaves de viaturas, perfumes, um relógio, pulseiras, anéis, documentos de identificação alheios, dinheiro em moeda de diversos países e ainda uma pequena quantidade de droga.

A força de segurança diz ainda que foram apreendidos «outros objetos que se encontravam no interior do veículo e que se supõe serem fruto da atividade ilícita desenvolvida» pelo homem.

A GNR adianta que «já foi possível relacionar parte dos objetos apreendidos com furtos ao interior de veículos consumados recentemente nas localidades de Almancil e Silves, sendo convicção deste Comando que o detido seja o responsável por vários desses ilícitos perpetrados nos últimos dias na região».

A mulher que estava com o detido, residente em Faro e com 42 anos, foi constituída arguida no âmbito do processo e tem antecedentes criminais por tráfico de droga.

O detido, que também reside em Faro, foi presente esta quinta-feira ao Departamento de Investigação e Ação Penal de Loulé para aplicação das medidas de coação.

Comentários

pub
pub