Assunção Cristas parte para o “Roteiro do Mar” na Universidade do Algarve

Assunção Cristas, ministra da Agricultura e do Mar, vai iniciar o Roteiro do Mar na Universidade do Algarve, com uma […]

Assunção CristasAssunção Cristas, ministra da Agricultura e do Mar, vai iniciar o Roteiro do Mar na Universidade do Algarve, com uma sessão aberta ao público, que se realiza no Auditório Verde do Campus de Gambelas, às 16h30 do dia 11 de fevereiro.

Para Assunção Cristas, “as Universidades são parceiros fundamentais no esforço que Portugal está a fazer no sentido de se afirmar como um país líder no setor do Mar. No Roteiro do Mar, que se iniciará na Universidade do Algarve, vamos partilhar experiências e refletir em conjunto sobre o desenvolvimento estratégico de uma economia azul”.

O Ministério da Agricultura e do Mar já havia iniciado, em junho, na Noruega, Japão e Coreia do Sul, um “roteiro de captação de investimento direto estrangeiro” para Portugal na área da economia do mar.

No próximo dia 11, todos os representantes máximos do setor do Mar estarão na UAlg, numa sessão que se inicia com o reitor António Branco, que falará sobre “O Mar na estratégia da Universidade do Algarve”.

Rodrigo Brum, responsável do “Programa Mar 2020”, apresentará as linhas orientadoras deste programa, que consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial necessária para apoiar, estimular e assegurar um novo ciclo nacional de crescimento, tendo como prioridade as exportações e o emprego.

David Santos, presidente da CCDR Algarve, destacará “O Mar no CRESC 2020”, Programa Operacional do Algarve, para o período 2014-2020, que dispõe de uma dotação de 318,6 milhões de euros, dos quais 224,3 milhões do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e 94,3 milhões de euros do Fundo Social Europeu (FSE).

Manuel Pinto de Abreu, secretário de Estado do Mar, vai centrar-se na temática “Mar Portugal”, e Assunção Cristas explicará como Portugal terá de se voltar novamente para o Atlântico, proporcionando oportunidades não só aos empresários nacionais, mas também aos internacionais, através de uma comunicação intitulada “Um Mar de oportunidades”.

roteiro do marNo final, haverá um espaço alargado de debate que convoca a sociedade civil e as demais entidades públicas e privadas a participarem ativamente.

Das visitas internacionais já realizadas, Assunção Cristas conclui que Portugal está à frente num conjunto relevante de matérias relacionadas com a Estratégia Nacional do Mar e com a lei de bases de ordenamento e gestão do espaço marítimo.

Com o intuito de elevar Portugal ao seu importante estatuto de capital do mar e dos oceanos, vai realizar-se, entre 4 e 6 de junho, a Semana Azul, que pretende mostrar o que de melhor se faz em Portugal neste setor, que contemplará um conjunto de iniciativas, de que se destaca uma cimeira mundial dos Ministros do Mar.

É este Mar que a Universidade do Algarve chamou a si para estudar, há mais de 35 anos, aproveitando para conhecer o seu potencial e para melhor intervir no ordenamento dos seus recursos.

Neste setor, a UAlg tem apostado largamente no ensino e investigação. Tem cursos de licenciatura, mestrado, mestrado internacional, mestrado Erasmus Mundus, doutoramento e doutoramento Erasmus Mundus ligados à temática do mar e vários acordos bilaterais com as mais importantes universidades europeias.

António Branco considera que iniciar este ciclo de sessões na UAlg é muito simbólico, já que “o Mar está ligado à Instituição desde a sua criação e é sentido como seu património e estandarte. Quer o Mar, quer os seus recursos têm um papel muito preponderante nas diversas atividades que aqui se desenvolvem, desde o ensino à investigação, sem esquecer a cooperação e a transferência de conhecimento”.

Comentários

pub
pub