Silves debate radicalismo na religião

“O radicalismo em nome da religião” é o tema do debate que a Casa da Cultura Islâmica e Mediterrânica de […]

Casa Cultura Islâmica Silves“O radicalismo em nome da religião” é o tema do debate que a Casa da Cultura Islâmica e Mediterrânica de Silves recebe no dia 17 de Janeiro, às 16h00.

A iniciativa é promovida pelo Centro de Estudos Luso-Árabes de Silves (CELAS), em colaboração com a Comunidade Islâmica de Lisboa e a Casa Árabe, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Silves, da Universidade Aberta e da Associação de Estudos e Defesa do Património Histórico-Cultural de Silves.

Maria João Tomás, Raul Braga Pires, Mostafa Zekri e Abdool Vakil são os convidados que irão participar neste debate.

«Os movimentos apelidados vulgarmente de “islamismo radical”, “jihadismo”, “estado islâmico do levante”, “califado” e outros, muito embora pretendendo ancorar-se de forma deliberada e explícita nos textos religiosos do Islão, deixam transparecer claramente a sua ideologia política totalitária, que não se confunde com o Islão como religião», salientam os organizadores.

Poucos dias depois do atentado em Paris, que vitimou mais de uma dezena de pessoas, este debate visa «o esclarecimento e a compreensão deste fenómeno que, com os seus atos violentos, tem vindo a suscitar em todo o mundo a desconfiança e mesmo a rejeição primária do Islão».

Mais informações poderão ser pedidas ao CELAS através do telefone 966 345 976 ou do email silveslusoarabe@hotmail.com.

O evento tem entrada livre.

Comentários

pub