Lagos revoluciona iluminação pública com leds e reguladores de fluxo

Os 128 candeeiros de iluminação pública da Avenida dos Descobrimentos, entre a PSP e o forte da Ponta da Bandeira, […]

Lagos_avenida DescobrimentosOs 128 candeeiros de iluminação pública da Avenida dos Descobrimentos, entre a PSP e o forte da Ponta da Bandeira, vão começar a ser substituídos, esta semana, por leds, revelou ao Sul Informação o vereador Paulo Jorge Reis, responsável pelo pelouro de Ambiente e Serviços Urbanos.

«Depois de substituir estes 128 candeeiros em toda a entrada da cidade, será lançada a substituição no centro histórico primitivo da cidade, nomeadamente nas Praças Infante de Sagres, Luís de Camões e Gil Eanes ou nas Ruas Marquês de Pombal e Garret», acrescentou o vereador. Esta fase da intervenção deverá estar concluída «até ao Verão».

«Iremos substituir os candeeiros existentes por leds nas zonas onde as luminárias atuais não têm grande qualidade, nem garantem já muita iluminação. Fora desse perímetro, começámos esta semana a instalar reguladores de fluxo luminoso em sete locais», disse ainda.

Com estes reguladores, poderá «baixar-se a intensidade da luz em certas horas, mas sem perder a qualidade da iluminação». Em alguns locais estratégicos, «é programado, por exemplo, que a partir das 00h00 se baixa para 40% da luminosidade», explicou ainda Paulo Jorge Correia.

Entretanto, esta semana já começaram a ser instalados reguladores de fluxo luminoso em sete locais do concelho: na Avenida da República (em frente ao LIDL), Santo Amaro, Aqua Azul, Estrada da Meia Praia (junto ao parque da Escola das Naus), Porto de Mós, Estrada da Ponta da Piedade (junto à loja de móveis antes do Hotel Golfinho) e em Bensafrim. Esta intervenção vai prolongar-se por dois meses.

Ao que o Sul Informação apurou, os trabalhos preparatórios estão já a decorrer por parte do empreiteiro, nomeadamente a marcação exata dos locais para instalação dos armários, em conjunto com a EDP Distribuição.

No total, a Câmara de Lagos vai investir perto de 180 mil euros nas duas intervenções – cerca de 77.500 euros na colocação dos reguladores de fluxo luminoso e perto de 100 mil na instalação de leds.

LagosO grande objetivo de ambas as obras é «a otimização e controlo da iluminação, a fim de promover uma maior eficiência energética».

«A melhoria da eficiência energética é uma das soluções mais económicas, eficazes e rápidas para minimizar impactos ambientais causados pela utilização da energia e emissões de dióxido de carbono», salienta a Câmara de Lagos.

É que a autarquia procura «todos os dias melhorar o uso das fontes de energia de forma a que o seu consumo eficiente contribua para reduzir desperdícios e perdas para o meio ambiente».

A instalação de candeeiros com a tecnologia led em larga escala, como a Câmara de Lagos agora vai promover, é de certo modo inédita no Algarve. «Os leds são uma tecnologia ainda recente e em fase de experimentação, mas é o futuro. Os leds permitem uma poupança muito significativa. Até agora, de modo a pouparmos nos custos da energia, tínhamos adotado o sistema de apagar candeeiro sim, candeeiro não. Com os reguladores de fluxo luminoso, numas zonas, e os leds, noutras, não precisaremos de apagar nada, mas iremos reduzir a intensidade da luz e baixar os custos», explicou o vereador Paulo Jorge Reis ao Sul Informação.

«A poupança em termos de custos e o retorno que isso significará depressa irão justificar o investimento inicial».

A obra, cuja projetista é a AREAL Agência Regional de Energia e Ambiente do Algarve, terá como entidade fiscalizadora a EDP Distribuição de Energia SA.

 

O que são LED?

O diodo emissor de luz, mais conhecido pela sigla em inglês LED (Light Emitting Diode), é usado para a emissão de luz em locais e instrumentos onde se torna mais conveniente a sua utilização no lugar de uma lâmpada.

Especialmente utilizado em produtos de microeletrónica como sinalizador de avisos, também pode ser encontrado em tamanho maior, como em alguns modelos de semáforos. Também é muito utilizado em painéis de led, cortinas de led e pistas de led.

Ultimamente, começou também a ser cada vez mais utilizado na iluminação de casas e pública, por consumir muito menos energia.

Em 7 de outubro de 2014, os inventores dos diodos emissores de luz azul foram laureados com o Prémio Nobel de Física.

Comentários

pub
pub