Africa Race: Elisabete Jacinto a um passo do pódio nos camiões

Quando falta apenas cumprir a mítica jornada do Lac Rose, à chega a Dakar, a piloto Elisabete Jacinto (MAN TGS) […]

camião_2Quando falta apenas cumprir a mítica jornada do Lac Rose, à chega a Dakar, a piloto Elisabete Jacinto (MAN TGS) disputou este sábado a última etapa pontuável para a classificação do Africa Eco Race 2015.

A equipa OLEOBAN® alcançou o 4º lugar entre os camiões, na especial que ligou Toueila, na Mauritânia, a St. Louis, no Senegal, com uma diferença de apenas 20 segundos para o checo Tomas Tomecek, que foi o 3º classificado dos T4.

Nesta 11ª especial, que contou com 202 quilómetros cronometrados, a formação lusa gastou 2h50m42s a cumprir o setor seletivo, resultado que lhe permitiu terminar no 8º lugar da tabela conjunta auto/camião.

O trio composto pela piloto Elisabete Jacinto, o navegador José Marques e pelo mecânico Marco Cochinho finalizou, assim, este Africa Eco Race no 4º lugar da classificação geral entre os camiões e posicionou-se no 11º posto da tabela final absoluta.

Fortemente penalizados por um grave problema mecânico no quarto dia de corrida, os portugueses conseguiram, ainda assim, ultrapassar as dificuldades e mostraram toda a sua competitividade ao longo das 11 etapas que compuseram este rali.

elisabete jacintoÀ chega a Saint Louis, Elisabete Jacinto mostrou-se satisfeita com a sua prestação nesta última etapa da corrida: “hoje o dia correu bastante bem. Apesar de não ter sido uma especial fácil conseguimos fazer tudo sem problemas. No percurso, encontrámos dunas difíceis com a areia muito mole, mas com atenção e rigor conseguimos ultrapassá-las sem delongas. A última parte era mais sinuosa e tínhamos que fazer uma grande ginástica para passar entre as ervas”.

“De resto, correu todo bem e estamos muito contentes por termos terminado mais um Africa Race. Tenho que dar os parabéns ao meu navegador José Marques que, para além de ser um excelente profissional, completou com esta corrida o seu centésimo rali ”, contou Elisabete Jacinto.

Este Africa Eco Race foi bastante complicado para os concorrentes, particularmente, quando a caravana entrou nos ardilosos percursos da Mauritânia.

A dureza da prova levou a um número elevado de desistências, destacando-se, nos camiões, o experiente piloto húngaro Miklos Kovacs, que, na edição do ano passado, ficou em 2º lugar, e o francês Jacques Loomans, um dos favoritos à vitoria entre os automóveis.

camião_1Em termos classificativos, a categoria camião foi ganha pelo russo Anton Shibalov, o piloto da equipa KAMAZ, que conseguiu ainda averbar o 2º posto da tabela conjunta auto/camião. O vencedor à geral desta corrida foi o francês Jean Antoine Sabatier (Bugga One).

A sétima edição do Africa Eco Race 2015 termina amanhã, domingo, em Dakar, com a mítica especial que se vai realizar junto ao Lago Rosa.

Esta última tirada já não conta para a classificação final, mas este dia é sempre muito emocionante. As equipas partem em grupos de quatro e ao longo do magnífico Lago Rosa cumprem os últimos 24 quilómetros cronometrados desta grande competição.

Comentários

pub
pub