45 expositores mostram o melhor da produção de medronho e presunto em Monchique

Presunto, enchidos, aguardente de medronho, melosa, licores, pão, doçaria, mel, compotas, pizzas de enchidos, artesanato, são os ingredientes principais da […]

medronhoPresunto, enchidos, aguardente de medronho, melosa, licores, pão, doçaria, mel, compotas, pizzas de enchidos, artesanato, são os ingredientes principais da XVII Feira do Presunto e III Festival do Medronho, que decorre de 25 a 27 de julho, no Parque de S. Sebastião, em Monchique.

Luís Grade, vice-presidente da Câmara e responsável pela organização do certame, disse ao Sul Informação que este ano estarão presentes 45 expositores, todos do concelho de Monchique. «No atual espaço [uma antiga serração de madeiras] temos dificuldade em acolher todos os expositores do concelho. Por isso, e porque o objetivo dos certames é dar a conhecer e valorizar os nossos produtos, só aceitamos expositores de Monchique», acrescentou.

presunto monchiqueDurante todo o fim-de-semana, vai ser dado a conhecer o genuíno e exclusivo presunto tradicional da Serra de Monchique e o tão apreciado medronho, destilado vagarosamente em alambiques de cobre, sendo Monchique o maior produtor da aguardente de medronho do país.

Nesta edição, a animação musical vai ser uma constante. Assim, na sexta-feira, dia 25, depois da inauguração «com um membro do Governo», às 18h0, seguem-se, pela noite dentro, atuações musicais com o Grupo Coral da Academia Sénior (21h00) e Eulália e Vânia Nunes (22h00).

Mas os destaques do programa de animação vão para o concerto do grupo musical “Anjos”, no sábado, às 22h00 e, no domingo, para a atuação do José Malhoa, às 22h00.

A entrada na XVII Feira do Presunto e III Festival do Medronho é gratuita.

Comentários

pub
pub