Empreendedorismo inspirado nas riquezas do mar e da terra dão o mote para a Beta Talk de abril

O mar e a terra são fonte de inspiração para a criação de negócios e darão o mote à próxima […]

O mar e a terra são fonte de inspiração para a criação de negócios e darão o mote à próxima Beta Talk, onde o melhor peixe da costa algarvia e os legumes, frutas e hortaliças desta fértil terra são sinónimo de empreendedorismo e desemprenharão papel de relevo numa conversa seguramente inspiradora.

Para o encontro deste mês, agendado para as 19h00 da próxima quarta-feira, 16 de abril, no Café Concerto do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, estarão à conversa Pedro Bastos, sócio-gerente e diretor comercial da Nutrifresco – Comércio e Indústria de Pescados e Fátima Torres, empresária agrícola na Quinta das Seis Marias, que partilharão com os presentes a sua vontade de vencer, e a constante aposta na inovação nos seus negócios.

Formado em Bioquímica, Pedro Bastos é responsável pela Nutrifresco, que criou logo após ter concluído o curso na Universidade do Algarve, constando na sua carteira de clientes alguns dos melhores hotéis e restaurantes do país, com destaque para os estrelas Michelin existentes na região algarvia.

Em 1999, ao criar a sua empresa, veio acrescentar valor à distribuição de pescado, especializando-se na aquisição, transformação e fornecimento personalizado de produtos frescos do mar, sendo capaz de dar resposta às maiores exigências dos chefes de restaurantes de topo.

Pedro Nunes, para quem o ditado “filho de peixe sabe nadar” se aplica na perfeição, pois os pais sempre estiveram ligados a este ramo, defende com convicção que “uma dificuldade é sempre um desafio!”

Por seu turno, e depois de dez anos a trabalhar como contabilista em Sintra e na Madeira, Fátima Torres decidiu que o seu futuro passava pela agricultura. Regressou a Lagos e voltou a dar vida a um terreno de família conhecido pelas Seis Marias (www.quintaseismarias.com), com cerca de seis hectares e que deve a designação ao facto de mãe e cinco filhas terem em comum o mesmo nome.

Converteu esse espaço para agricultura biológica e produz atualmente cerca de 80 variedades de hortícolas, diversas aromáticas e algumas frutas, possuindo ainda uma pequena loja dentro da quinta.

Porque ideias não lhe faltam, espera em breve expandir o negócio com um projeto de agroturismo onde, para além do alojamento, haverá espaço para formação, bem como uma unidade agroindustrial para transformação dos produtos da terra.

 

Inscrição prévia e gratuita

Como é habitual, a participação é totalmente grátis, embora seja necessária inscrição em http://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-beta-talk-abril-2014-11258882621, ficando o wine-break por conta de quem vem, pelo que os participantes são convidados a trazer vinho (ou sumo) e snacks para partilhar.

Uma vez que as boas ideias merecem um brinde, o mesmo está desde já assegurado pelo apoio dos vitivinicultores locais Quinta do Morgado da Torre, Herdade dos Pimentéis e Quinta da Penina.

Esta Beta Talk conta com o apoio da ETIC- Algarve e a parceria media do “Sul Informação”, tendo ainda a colaboração da Universidade do Algarve através do CRIA – Centro Regional de Inovação do Algarve/Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia, ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve, rádio universitária RUA FM, APGICO – Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação GAIM – Gabinete Académico de Investigação e Marketing e ainda da Inesting, além da página Algarve Emprego ao nível da divulgação.

Recorde-se que Portimão integra a rede nacional de cidades associadas à Beta-i – Associação para a Promoção do Empreendedorismo e da Inovação, entidade que neste mês de abril também promove uma Beta Talk no Funchal.

Comentários

pub
pub