«Cosmos: Odisseia no Espaço» estreia hoje à noite na televisão

“O cosmos é tudo o que existe, existiu ou existirá”. Estas foram as primeiras palavras proferidas por Carl Sagan no […]

“O cosmos é tudo o que existe, existiu ou existirá”. Estas foram as primeiras palavras proferidas por Carl Sagan no primeiro episódio da incontornável série de divulgação científica “Cosmos: Uma viagem Pessoal”, que marcou a história da comunicação científica mundial. A série foi então idealizada por Carl Sagan, Ann Druyan (terceira e última esposa de Sagan), e pelo astrofísico Steven Soter.

“Cosmos” estreou-se em 1980 e foi vista, desde então, por cerca de 750 milhões de pessoas em todo o mundo. Nos Estados Unidos, foi, durante décadas, a série mais vista de sempre. Aliás, continua a ser vista em ambiente de sala de aula na escola, ou na internet através do Youtube, onde está disponível em versão legendada em português.

Diga-se, a propósito, que a série deu origem ao livro “Cosmos”, escrito por Carl Sagan, e editado entre nós com o número 8 na coleção “Ciência Aberta” da Gradiva.

Hoje, dia 10 de Março, mais de três décadas depois, as gerações atuais poderão ouvir aquelas palavras de novo, numa nova série baseada na original, mas concebida com conhecimento científico atualizado e a melhor tecnologia.

O protagonista, o nosso guia, desta vez, é Neil deGrasse Tyson, famoso astrofísico e divulgador de ciência norte-americano, que estará nos ecrãs no lugar de Carl Sagan (falecido em 1996 com 62 anos).

Ann Druyan é também autora desta nova série, conjuntamente com Neil deGrasse Tyson. Seth MacFarlane, autor de séries como Family Guy, American Dad ou The Cleveland Show, é o produtor-executivo.

A série, que tem por título completo “Cosmos: Odisseia no Espaço”, e que se estreou ontem nos Estados Unidos, vai ter um lançamento à escala mundial impressionante: 120 canais da FOX International Channels em 125 países, e 90 canais da National Geographic Channel espalhados por 180 países.

Estes números só por si fazem com esta nova estreia seja o maior lançamento internacional alguma vez efectuado na história da televisão. Os produtores estimam que 400 milhões de lares possam ver a estreia fora dos Estados Unidos!

Entre nós, o primeiro episódio de “Cosmos: Odisseia no Espaço”, com o subtítulo “Percorrer a Via Láctea”, estreia pelas 23h00, de hoje, segunda-feira, em simultâneo nos canais National Geographic, FOX, FOX Life, FOX Crime e FOX Movies. Os restantes 12 episódios continuarão a passar nas seguintes segundas-feiras, mas só no canal da National Geographic. Pelo menos é isto que está anunciado.

Deve-se salientar que há uma grande expectativa em torno desta nova série. Espera-se que permita uma grande difusão de conhecimento científico, e logo de cultura humana, em larga escala, com o mesmo rigor cativante da pioneira.

Em Julho de 2013, quando esta nova série Cosmos foi apresentada na convenção da Comic-Con em San Diego, nos Estados Unidos, Neil deGrasse Tyson disse sobre o objectivo: “Não queremos esperar mais de uma geração para contar de novo a história de quem somos e onde queremos ir neste Universo.” A viagem recomeça amanhã.

 

Autor: António Piedade
Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva

Comentários

pub
pub