Câmara de Faro dedicou uma semana às relações internacionais

Faro quer ficar no “mapa” das relações internacionais e tem investido os contactos bilaterais com diversos Estados.  Nas duas últimas […]

Faro quer ficar no “mapa” das relações internacionais e tem investido os contactos bilaterais com diversos Estados.  Nas duas últimas semanas, Faro apostou nas iniciativas diplomáticas, no sentido de aproximar a capital algarvia da Argentina, Ucrânia, Angola e Gibraltar.

A iniciativa mais mediática foi a estreia da Seleção de Gibraltar num jogo realizado no Estádio Algarve, que jogou o primeiro jogo oficial desde a sua criação e associação à UEFA, em maio passado. O recinto desportivo dos municípios de Faro e Loulé vai ser a casa desta equipa, até à conclusão das obras em curso no único estádio do território.

Esta foi também a iniciativa de relações bilaterais mais recente. Antes, Faro acolheu os embaixadores em Portugal da Ucrânia e da Argentina, a 13 e 15 de novembro, respetivamente. Nestes encontros, os temas da cooperação económica e das trocas comerciais estiveram em cima da mesa.

O embaixador da República da Ucrânia Oleksandr Nykonenko, acompanhado por representantes religiosos da comunidade ucraniana em Faro, «mostrou a sua firme intenção em reforçar os laços de amizade e cooperação económica, comercial e cultural entre ambos os povos», que, no caso dos farenses, passa pela geminação com a região ucraniana de Ivano-Frankivsk , estabelecida em 2011. Na área económica, o potencial turístico da cidade esteve em destaque.

No encontro com o embaixador da Argentina Jorge Arguello, a criação de uma Câmara de Indústria e Comércio Luso-Argentina e o anúncio de missões empresariais dos dois países, que vão visitar o Algarve e Buenos Aires em 2014 e 2015, estiveram no centro da conversa.

Iniciativas que o presidente da Câmara de Faro Rogério Bacalhau quer aproveitar para «aprofundar e desenvolver» um caminho aberto em 2008, ano em que o município farense assinou um protocolo de geminação com a região de Comodoro Rivadavia. Faro quer, neste caso, apostar «nos domínios da cultura, do desporto, da educação e do investimento».

«A Argentina quer, nesta fase de consolidação da sua recuperação económica, dinamizar e elevar o patamar do comércio bilateral, que ainda é baixo», ilustrou a Câmara de Faro.

No caso do Algarve e de Faro, Jorge Arguello destacou o potencial do intercâmbio turístico que pode acontecer, reconhecendo que esta visita «serviu para identificar áreas que podem ser trabalhadas num futuro próximo».

Na mesma semana em que recebeu os altos dignatários da Ucrânia e da Argentina, Rogério Bacalhau também marcou presença nas comemorações do 38º Aniversário da Independência da República Popular de Angola, que tiveram lugar numa unidade hoteleira do concelho de Albufeira.

Comentários

pub
pub