Festival dá lugar à Festa da Sardinha em Portimão

Este ano, em vez de um festival, a sardinha terá uma festa na zona ribeirinha de Portimão. Será entre 1 […]

Este ano, em vez de um festival, a sardinha terá uma festa na zona ribeirinha de Portimão. Será entre 1 e 11 de agosto, celebrando o principal ícone gastronómico da cidade com uma grande festa popular, junto à antiga Lota e à beira rio, onde será instalado um tradicional arraial algarvio que será o palco para diversas animações de cultura popular.

Mas o principal atrativo desta festa será mesmo a sardinha assada nos restaurantes entre pontes, no Largo da Barca e na zona envolvente, recuperando-se assim «a memória coletiva associada a um local emblemático da cidade, tradicionalmente ligado à descarga de peixe e ao consumo de sardinhas assadas».

«O festival nos moldes tradicionais, mantendo aquela estrutura de um recinto fechado, foi suspenso em 2013. Pretendemos recuperá-lo em 2014, com um modelo diferente e outra sustentabilidade», disse ao Sul Informação fonte do Gabinete da Presidência da Câmara de Portimão.

A edição do ano passado do Festival da Sardinha, com entrada paga e um programa de animação com concertos de nomes sonantes, que custaram caro aos cofres da empresa municipal Portimão Urbis, que organizou o certame, teve uma afluência muito abaixo das expetativas, de tal forma que, a meio do certame, houve expositores que quiseram sair.

«Desta vez, as pessoas serão convidadas a ir comer a sardinha assada nos restaurantes dos empresários locais, havendo, a par disso, um programa de animação diário na zona ribeirinha, junto à antiga lota», acrescentou a mesma fonte.

Estão em curso conversações com os proprietários dos restaurantes da zona ribeirinha para que criem um “menu da festa da sardinha”, mais acessível.

Com a festa da sardinha, o convite que vai ser endereçado aos milhares de turistas que visitam o Algarve é o de rumarem a Portimão – Capital da Sardinha Assada e deliciarem-se nos tradicionais restaurantes da sardinha assada da cidade, e que depois se divirtam num típico arraial algarvio, que todos os dias terá lugar junto à antiga Lota a partir das 21h00, com bailes ao som de acordeonistas, atuação de ranchos folclóricos e muita animação.

Os visitantes encontrarão ainda vários polos de atração para miúdos e graúdos ao longo da Zona Ribeirinha, nomeadamente divertimentos infantis e petiscos típicos, como as farturas ou o polvo assado.

Podem também visitar o Museu de Portimão, o Teatro Municipal Tempo e a Casa Manuel Teixeira Gomes, que terão horários de verão com abertura à noite.

Tendo o Festival da Sardinha, que «regressará renovado em 2014, perdido alguma atratividade nas últimas edições, acrescido de uma conjuntura económica e financeira desfavorável para as famílias, o Município de Portimão visa com este formato de festa aproveitar a infraestrutura logística existente e reduzir o seu investimento, permitindo assim maior equilíbrio entre custos e receitas, ao mesmo tempo que a economia local terá um estímulo acrescido, sobretudo ao nível do setor da restauração».

 

 

Comentários

pub
pub