Barragem de Odelouca abre portas a visitas do público no sábado

A Barragem de Odelouca, destinada exclusivamente ao consumo público, começou a fornecer água ao Barlavento algarvio no dia 1 de […]

A Barragem de Odelouca, destinada exclusivamente ao consumo público, começou a fornecer água ao Barlavento algarvio no dia 1 de junho do ano passado. Foi o concretizar de um polémico projeto que deu os seus primeiros passos 40 anos antes, em 1972.

Desde então, a albufeira que constitui o maior sistema do Algarve já forneceu 30 milhões de metros cúbicos de água.

Trata-se da segunda maior barragem em terra do país (a maior é a de Santa Clara, no Baixo Alentejo), mas a única que, no interior do seu paredão tem um túnel que o percorre de um lado ao outro.

Esse túnel, que os jornalistas puderam percorrer na semana passada, durante uma visita organizada pela empresa Águas do Algarve, responsável pela construção, gestão e exploração da albufeira, destina-se a facilitar o acesso dos técnicos que fazem a monitorização regular do paredão. No seu interior estão diversos instrumentos, nomeadamente sismógrafos, ligados ao LNEC.

Mas Odelouca tem ainda outros aspetos em que é singular. Assim, é a única barragem do Algarve que tem um Plano de Emergência Externo, bem como um perímetro de proteção já delimitado. Este plano já foi entregue à Agência Portuguesa de Ambiente (APA), em conjunto com a qual foi elaborado, e está apenas a aguardar a sua publicação.

No final do ano, em conjunto com a Proteção Civil, vai ser promovido um simulacro de acidente envolvendo a população do vale de Odelouca, a jusante da barragem, para testar os procedimentos de segurança.

Esta é também a única barragem do Algarve apenas destinada ao abastecimento público, o que levou as Águas do Algarve a fazer um estudo de todas as fontes de poluição, nomeadamente as suiniculturas, outras explorações agropecuárias ou agrícolas, esgotos domésticos. A água da albufeira de Odelouca abastece a ETA de Alcantarilha, para produção de água para consumo humano.

Para poder ver tudo isto de perto, no próximo dia 6 de Julho, sábado, entre as 10h00 e as 17h00, a empresa Águas do Algarve vai receber todos aqueles que queiram visitar a Barragem de Odelouca, sem necessidade de marcação prévia. Por isso, se tem curiosidade em conhecer esta albufeira não perca a oportunidade.

A Barragem de Odelouca resulta de um investimento da ordem dos 76 milhões de euros (onde se insere a componente da obra e a componente ambiental). O lago artificial estende-se ao longo de 21 quilómetros.

 

Algumas datas interessantes:

 

Primeiros trabalhos sobre Odelouca – 1972

Estudos/Projeto e Processo de AIA – 1997-1999

Empreitada do Túnel Odelouca-Funcho
consignação – 2001-Jul
fim – 2006-Mar

1ª Empreitada da Barragem
consignação – 2001-Out
suspensão – 2003-Nov
rescisão – 2003-Dez

Transferência do Empreendimento Odelouca para a AdA – 2006-Dez

Empreitada de Conclusão da Construção da Barragem
início dos trabalhos – 2007-Fev
conclusão do corpo da barragem – 2009-Mar
início do Enchimento da albufeira – 2009-Dez

Título de Captação – Contrato de Concessão para a AdA – 2009- Jul

Início de Exploração – 2012 – Maio

Comentários

pub
pub