Banda «Dear Telephone» toca ao Entardecer em Faro e Sagres no fim de semana

O final da tarde desfruta-se com a música de «Dear Telephone» este sábado e domingo, na Galeria Arco, em Faro […]

O final da tarde desfruta-se com a música de «Dear Telephone» este sábado e domingo, na Galeria Arco, em Faro e na Fortaleza de Sagres, em mais uma edição da iniciativa «Concertos ao Entardecer» da associação algarvia ArQuente.

A banda portuguesa vai apresentar o espetáculo «Providence», onde estará em foco o seu mais recente trabalho «Taxi Ballad», em dois concertos que acontecem às 19h30 (Faro) e às 19 horas (Sagres).

No caso do monumento do concelho de Vila do Bispo a entrada é livre.

Em Faro, o Sul Informação, como media partner dos «Concertos ao Entardecer», tem dois bilhetes para oferecer, num passatempo que lançaremos no nosso site esta sexta-feira.

Os «Dear Telephone» nascem em 2010 através da reunião dos músicos Graciela Coelho, André Simão e Paulo Araújo (companheiros nos La La La Ressonance) e Pedro Oliveira (baterista de peixe:avião e Old Jerusalem). Desde então têm vindo a afirmar-se na cena musical portuguesa e começaram a ser notados fora de portas.

Em março de 2013 lançam o seu primeiro álbum de longa duração, «Taxi Ballad», já depois de integrar um novo elemento, Ricardo Cibrão (ver Biografia abaixo).

Os «Concertos ao Entardecer» são um conceito que a Ar Quente vem colocando em prática de há anos a esta parte e alia a música de bandas emergentes com a beleza natural de um final de tarde de primavera/verão junto à Ria Formosa, no caso de Faro ou do Mar, no caso de Sagres.

Para os dias 6 e 7 de julho está agendada nova ronda de concertos, desta vez com a banda «Coelho Radioativo». Entretanto, esteja atento ao nosso site, para garantir desde já bilhete para o concerto de amanhã, sábado, de «Dear Telephone».

Biografia:

Os Dear Telephone inspiram-se no nome da curta-metragem de Peter Greenaway “Dear Phone” – 1976, para deixar expressa a vontade de decantar “soap operas” e melodramas de bolso, em composições duras e frugais.

Editam o primeiro registo em março de 2011 pela PAD, o EP “Birth of a Robot”, entusiasticamente recebido pela imprensa escrita/online e apresentado ao vivo em salas como o Centro Cultural Vila Flor, Theatro Circo, Casa da Música, Hard Club (c/ Anna Calvi) ou em festivais como Optimus Primavera Club, Milhões de Festa, Barco Rock Fest, Alta Baixa, Jameson Urban Routes (c/ Sun Airways), entre outros. Integram a compilação “Novos Talentos Fnac 2011” e representam Portugal na edição de agosto 2011 do “Music Alliance Pact”. Merecem destaque em alguma imprensa estrangeira, como a japonesa P+M Magazine e integram a banda sonora da curta-metragem brasileira “Contramão” de Fábio Menezes.

Ocupam o final de 2012 no processo de composição do primeiro longa duração – Taxi Ballad – e integram um novo elemento (Ricardo Cibrão). Este registo é editado em Maio de 2013, pela PAD.

Comentários

pub
pub