Campanha AcousticRobots’13 estuda a poluição acústica dos Oceanos

Uma campanha marinha de experimentação científica, denominada AcouticRobot’13, vai decorrer ao largo de Sesimbra, na zona do canhão de Setúbal, […]

Uma campanha marinha de experimentação científica, denominada AcouticRobot’13, vai decorrer ao largo de Sesimbra, na zona do canhão de Setúbal, de 5 a 8 de maio, pretendendo demonstrar a utilização de veículos robotizados na medição e predição da poluição acústica marinha em regiões de grande tráfego marítimo.

Esta iniciativa tem a participação da Universidade do Algarve (UAlg), do Centro de Investigação Tecnológico do Algarve (CINTAL), da Marsensing Lda., da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), do Instituto de Engenharia e Sistemas de Computação do Porto (INESC TEC) e do Centro de Investigação Naval (CINAV) da Marinha Portuguesa.

Coordenada pela UAlg, a campanha vai utilizar um veleiro da Marinha Portuguesa, um planador subaquático SOLCUM, operado pelo INESC TEC, o veleiro Robot FASt, produzido e operado pela FEUP, e diversos dispositivos de telemetria acústica, entre os quais o hidrofone auto-resgistante SR-1 produzido pela Marsensing Lda.

O AcouticRobot’13 decorre no âmbito dos projetos Robonoise (financiado pelo QREN) e COGNAT (financiado pela FCT) que pretendem estudar a utilização de dispositivos acústicos instalados em robôs submarinos para monitorizar a poluição acústica dos oceanos.

Além disso, esses dispositivos podem ser usados para localizar fontes sonoras, comunicar de baixo de água, realizar operações de tomografia acústica e estudar o fundo dos oceanos.

Comentários

pub