Comissão de Utentes assinala um ano de portagens na A22 com novo buzinão

O protesto contra a introdução de portagens na Via do Infante volta este sábado à estrada, um ano depois de […]

O protesto contra a introdução de portagens na Via do Infante volta este sábado à estrada, um ano depois de as taxas terem sido introduzidas nesta estrada.

A Comissão de Utentes da Via do Infante agendou «um grande buzinão» para a tarde deste sábado, que parte às 16 horas do Restaurante «Zé do Norte», junto às Quatro Estradas, em Quarteira, segue em marcha lenta até Boliqueime e volta À origem, sempre pela EN 125.

O protesto seguir-se-á a um almoço/debate promovido pela CUVI no restaurante para onde está marcada a partida do buzinão. «Este protesto poderá condicionar fortemente, ou mesmo bloquear a via. Ainda neste dia ocorrerão algumas ações-surpresa que apenas serão divulgadas no momento da sua concretização», avisou o movimento anti portagens.

«Se o governo continua autista e prepotente torna-se necessário continuar e reforçar a luta pela abolição total e definitiva das portagens no Algarve. O governo e outros defensores pela introdução das portagens serão responsabilizados por todos os nefastos acontecimentos e calamidades que ocorrerem no Algarve por ação das portagens. A única solução viável que se apresenta é a suspensão imediata das portagens na região algarvia», consideraram ainda os membros da CUVI.

No debate que precede o protesto na rua, «serão analisadas e discutidas as catastróficas consequências decorrentes das portagens na A22 e que se abateram sobre o Algarve», bem como «aprovadas novas formas de luta com vista à suspensão imediata das portagens».

Comentários

pub
pub