LAMA traz projeto «Comida» ao Teatro Mascarenhas Gregório

O Teatro Mascarenhas Gregório recebe no próximo dia 1 de dezembro, pelas 21h30, a peça de teatro “Comida”, pelo LAMA […]

O Teatro Mascarenhas Gregório recebe no próximo dia 1 de dezembro, pelas 21h30, a peça de teatro “Comida”, pelo LAMA – Laboratório de Artes e Media do Algarve. Com texto de Miguel Castro Caldas, o espetáculo é encenado e interpretado por João de Brito.

Integrando uma digressão nacional, que já passou por Lisboa, Caneças, Ericeira, Leiria, Faro, Loulé, Setúbal e S. Brás de Alportel, esta comédia gira em torno de um paradoxo: “como é que uma boca muda pode falar?”. Nesta peça o ator desenvolve um monólogo, levando o público a presenciar, segundo Miguel Castro Caldas, um “caldo de voz e texto que oscila entre quem escreve, quem diz o que foi escrito, quem come e quem fala”.

De acordo com João de Brito, esta peça, para além de um desafio, ganha especial interesse na medida em que a autor de a “Comida” na sua escrita «utiliza referências e molda as palavras da tão vasta e traiçoeira língua portuguesa, vai buscar Segismundo, a Calderón de la Barca, que está fechado numa torre e só tem contacto com a pessoa que lhe leva COMIDA, usa recorrentemente aquilo a que penso poder chamar um chavão “Não me posso queixar, há sempre alguém pior que eu” e brinca com as palavras metendo o papel do Autor, ou da escrita do autor no passado, dizendo que já está escrito e que o ator está apenas a debitar palavras que já foram escritas. Todos estes ingredientes são estimulantes para a abordagem a este texto, mas também o tornam complexo, sendo necessário ler várias vezes e esmiuçá-lo para se ter uma compreensão plena do que se está a dizer, e é aqui que ele (Miguel) penetra na génese do Teatro, pois faz o criador pensar, para poder fazer pensar quem o escuta».

LAMA é uma associação cultural fundada em 2010 e que conta já com uma centena de sócios. A sua missão desenrola-se em torno de um projeto de desenvolvimento artístico com especial enfoque na área do Teatro, incidindo em diversas dramaturgias que vão desde as adaptações de obras a textos dramáticos e criações originais. Para além das criações teatrais esta associação trabalha, também, as áreas da fotografia, cinema e música, com apoio a ações de formação, debates, ciclos, festivais e tertúlias.

Os ingressos estão à venda meia hora antes do espetáculo, tendo um custo associado de € 5,00. Jovens até 25 anos e seniores com idade superior a 65 anos beneficiam de um preço especial de € 3,50.

Os telefones 912069030 e 963254846 e o email producao.lama@gmail.com são os contactos disponíveis para reservas e informações adicionais sobre a peça.

Classificação etária: > 12 anos

Comentários

pub