Incêndio no Retail Park de Portimão terá sido acidente, com origem na loja De Borla

O incêndio no Retail Park de Portimão terá começado na loja De Borla e terá sido motivado pelo sobreaquecimento de […]

O incêndio no Retail Park de Portimão terá começado na loja De Borla e terá sido motivado pelo sobreaquecimento de plásticos devido às luzes acesas, não havendo indícios de ação criminosa. Esta será a tese defendida pela Polícia Judiciária, que investigou as causas do fogo este mês, segundo avançou ontem, quinta-feira, a TVI.

Num relatório preliminar, que ainda terá de ser fechado e entregue ao Ministério Público, os investigadores da PJ afastam a possibilidade de ter havido fogo posto. A investigação foi levada a cabo por inspetores do Departamento de Investigação Criminal de Portimão e técnicos do Laboratório de Polícia Científica.

A investigação ao incêndio que destruiu sete lojas naquele espaço comercial portimense começou pouco mais de uma semana depois do fogo ter acontecido. Os técnicos e inspetores da PJ tiveram de interromper o trabalho algumas vezes, devido ao mau tempo, mas já conseguiram concluir a investigação.

Comentários

pub
pub