Seja cientista por um dia com o Rioblitz em Tavira

Recolher amostras de água do Rio Gilão e analisá-las nos minilaboratórios que serão montados são algumas das atividades previstas no […]

Recolher amostras de água do Rio Gilão e analisá-las nos minilaboratórios que serão montados são algumas das atividades previstas no Rioblitz – Seja Cientista Por Um Dia!, que o Centro Ciência Viva de Tavira (CCVT) organiza, em parceria com a Câmara Municipal, nos dias 8 e 9 de Junho, em Tavira.

Este evento insere-se no âmbito do Projeto Rio – fator de desenvolvimento e valorização de Tavira inserido no Projeto Europeu PLACES – Cities of Scientific Culture, e tem como objetivo sensibilizar para a gestão dos recursos hídricos da região e promover o Voluntariado Ambiental para a Água.

O Voluntariado Ambiental para a Água pretende contribuir para a valorização e melhoria da qualidade dos recursos hídricos no Algarve, através da sensibilização para as questões da água e da mobilização da sociedade para o trabalho voluntário, tendo em vista a implementação da Diretiva Quadro da Água e os objetivos da Carta da Terra.

A água é um recurso precioso e a sua ausência ou a sua presença em quantidade ou qualidade inadequadas tem sido um dos principais fatores limitantes ao crescimento social e económico de várias regiões do mundo.

Assim, no dia 8 de junho o Rioblitz irá decorrer no CCVT a partir das 17h30, com duas palestras: a primeira apresentação será realizada por Paula Vaz (ARH) sobre Bioindicadores da qualidade da água, e de seguida Augusta Carvalho, da Escola Secundária de Tavira, exibirá alguns dos resultados da monitorização do Rio Gilão utilizando os foraminíferos como bioindicadores.

Estas apresentações servem de mote para as campanhas de amostragem que se realizarão no dia seguinte.

As atividades no dia 9 de junho, com a colaboração do Ciência Viva do Algarve e da professora Augusta Carvalho, terão início com uma campanha de amostragem de organismos aquáticos nas margens do rio Gilão.

Durante a tarde, nos minilaboratórios montados em tendas ao ar livre no Jardim do Coreto, em Tavira, proceder-se-á à triagem e identificação dos organismos capturados, e deste modo, ajudar a descobrir a qualidade da água do Rio Gilão.

A participação nas atividades é gratuita, mas requer inscrição, que poderá ser feita por telefone (281 326 231) ou e-mail (geral@cvtavira.pt).

Comentários

pub