Fluviário de Mora associa-se a seis projetos de investigação

O Fluviário de Mora participa, em conjunto com entidades académicas, em seis projetos de investigação científica, candidatos a financiamento junto […]

O Fluviário de Mora participa, em conjunto com entidades académicas, em seis projetos de investigação científica, candidatos a financiamento junto da Fundação para a Ciência e Tecnologia. 

Os seis projetos candidatos, a que o Fluviário se associou, abordam temáticas relacionadas com a ecologia e conservação de espécies de água doce ou salobra, seu comportamento ou os impactos que a ação humana tem imposto aos rios portugueses.

Na globalidade, os projetos totalizam mais de 800 mil euros, uma importante e significativa verba de investimento na criação de conhecimento e na conservação do Património Natural Português.

Os projetos são coordenados por diversos investigadores do Centro de Oceanografia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Universidade de Évora e envolvem investigação em espécies migradoras (como a enguia, lampreia-de-rio), espécies dulciaquícolas (lampreia-de-riacho, barbos, bogas) e espécies estuarinas (xarroco).

Os investigadores procurarão também obter respostas sobre temáticas atuais relacionadas com a gestão da pesca lúdica em albufeiras e o impacto das espécies exóticas nos sistemas estuarinos nacionais.

O Fluviário de Mora, aquário público dedicado aos sistemas de água doce, por onde já passaram mais de 680 mil visitantes, continua assim, a complementar as suas valências ambiental, cultural, educativa e lúdica, com o envolvimento em iniciativas de cariz científico que promovem o conhecimento do Património que está patente na sua coleção animal e áreas expositivas.

 

Comentários

pub