Serpa espera 50 mil para procissão e cortejo histórico no dia de Páscoa

Mais de 50 mil pessoas são esperadas em Serpa a partir de sexta-feira, 6 de abril e até dia 10, […]

Mais de 50 mil pessoas são esperadas em Serpa a partir de sexta-feira, 6 de abril e até dia 10, nas festas cujo ponto alto ocorre no Domingo de Páscoa.

É neste dia que ocorre o Cortejo Histórico e Etnográfico de Serpa, com a participação de mil figurantes, a par com a procissão anual que “arrasta” outros milhares da cidade até ao ponto mais alto da localidade, integrando ambas as festas concelhias em honra de Nossa Senhora de Guadalupe.

Trata-se de um fim-de-semana alargado, religioso e festivo que assinala a chegada da Primavera e que enche de luz, cor e som a cidade de Serpa.

De 6 a 10 de abril, ocorrem dezenas de atividades lúdicas e religiosas, sem  esquecer 10 espetáculos de música e animação gastronómica a engalanar a cidade. Senão atente-se: no primeiro dia, 6 de abril, ocorre um rally paper (10h00), a Celebração da Paixão do Senhor (15h00) e a Procissão do Enterro do Senhor (22h00). O progama musical inclui nessa noite no Palco 2, no largo do Corredoura, os sons de  Dj Mira e Dj G-Luft with MrSaxc (24h00)

No sábado, sobe ao Palco 2, às 17h00, a Banda Low Cost, seguindo-se às 18h30 os BrainStorm. À noite, atuam às 00h30 os Três Sangres.

O capítulo religioso acontece às 22h00 com uma Vigília Pascal enquanto ao mesmo tempo, na Praça da República surge o evento ”Os Alentejanos & Amigos”. Por fim, ao bater da meia-noite e já na madrugada pascal há Aleluias e arruada pelas ruas de Serpa.

O Domingo de Páscoa é de monta em Serpa. Missa às 11h30 e animação de rua às 14h00 antecedem dois momentos altos: às 15h00 as Procissões do Altinho para a Igreja do Salvador conduzindo a imagem de Nª Sª de Guadalupe e a da Igreja do Salvador ao encontro da que vem do Altinho, na Cruz Nova. Da Cruz Nova para a Igreja do Salvador. Às 16h00 o grandioso Cortejo Histórico-Etnográfico coordenado pela Câmara Municipal de Serpa e que atrai inúmeros visitantes.

 

Carlos Mendes, Filipa Pais e Fernando Tordo

Mais tarde, às 18h30, sempre no Palco 2, atuam os  Amigos da Pinguinha, mas outro momento alto surge na noite de Páscoa, na Praça da República, 22h00, com o espectáculo Memorial com Carlos Mendes, Filipa Pais e Fernando Tordo.

À mesma hora, os mais religiosos têm Terço em Honra de Nossa Senhora. O final do Dia de Páscoa assiste ao Fogo-de-artifício solto no Alto da Forca e à Festa Branca com o Dj Christian F.

Segunda-feira, 9, há animação de rua (10h30) e Arrematação dos Ramos (12h00), ficando a tarde com a Procissão Solene da Festa (16h00) e atuação dos Rockustico (18h30). À noite, 22h00, Terço em Honra de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira e, à mesma hora, na Praça da República, espetáculo de Dinho Zamorano e Banda Clareou. Por fim, 00h30, no Palco 2, Ruben Baião.

O último dia festivo e feriado municipal, dia 10, terça-feira, abre com Missa (9h00) e Procissão para acompanhar a imagem da Padroeira para a sua capela. (10h00). No Altinho, às 14h00, o fecho das festividades com o Duo Filipa&Miguel.

A festa em honra de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira oficial do concelho data de meados do século XIX, mas o seu culto nestas paragens deverá remontar ao século XIV. A ermida que lhe é dedicada, no ponto mais alto da povoação, a cerca de um quilómetro para sul da cidade, data do início da centúria de Quinhentos.

Comentários

pub
pub