Ocupação hoteleira no Algarve subiu 7,5% em março

A ocupação hoteleira no Algarve subiu 7,5% em março último em comparação com o mesmo mês do ano passado, revelou […]

A ocupação hoteleira no Algarve subiu 7,5% em março último em comparação com o mesmo mês do ano passado, revelou a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

Assim, as unidades de alojamento no Algarve registaram, em março, 50,0% de ocupação global média/quarto.

Curiosamente, a zona de Portimão/Praia da Rocha registou a taxa de ocupação mais elevada (72,9%), bem acima da média regional, enquanto Lagos/Sagres registou a mais baixa, com 26,1%.

Aliás, Portimão/Praia da Rocha registou mesmo a maior subida na taxa hoteleira em março, em relação ao mesmo período do ano passado, com um acréscimo de 18,1%. As restantes maiores subidas verificaram-se em Albufeira (+12,5%), VRSA/Montegordo (+11,5%) e Tavira (+11,0%).

Em sentido contrário, as principais descidas ocorreram em Carvoeiro/Armação de Pêra (-18,9%) e Faro/Olhão (‑16,9%).

Por nacionalidades, as principais subidas registaram-se nos mercados britânico (+15,3%) e holandês (+11,3%). As descidas mais importantes verificaram-se nos mercados espanhol (-35%) e alemão (-5,6%).

Por categorias, as maiores descidas registaram-se nos aldeamentos e apartamentos turísticos de 5 e 4*. Os Hotéis e Aparthotéis de 5* apresentaram as maiores subidas nas ocupações.

Os aldeamentos e apartamentos turísticos de 5 e 4* foram também os que apresentaram a ocupação mais baixa (41,5%). Os hotéis e aparthotéis de 3* tiveram as ocupações mais elevadas (56,4%).

O volume de negócios total apresentou uma subida de 3,5%, o que, segundo a AHETA, evidencia a redução dos preços praticados.

Estes números respeitam apenas aos estabelecimentos em funcionamento, não sendo consideradas as descidas resultantes dos estabelecimentos que encerraram este ano, mas que estiveram em funcionamento no período homólogo do ano anterior.

Comentários

pub
pub