Algarve e Andaluzia mostram Janela Aberta à Família

A Saúde Materna e Infantil vai estar em debate em Olhão, no dia 31 de março, no 1º Encontro Clínico […]

A Saúde Materna e Infantil vai estar em debate em Olhão, no dia 31 de março, no 1º Encontro Clínico Transfronteiriço do Projeto Janela Aberta à Família, que juntará no Hotel Real Marina profissionais de saúde do Algarve e da Andaluzia.

Esta iniciativa parte do projeto Janela Aberta à Família, promovido pela Administração Regional de Saúde do Algarve (ARSA) e recentemente alargado à Comunidade Autónoma da Andaluzia, uma cooperação cofinanciada pela União Europeia.

O encontro começa às 10 horas e decorre ao longo de todo o dia, com o programa a assentar em três painéis.

No primeiro painel estarão em foco os programas de saúde materna e infantil do Algarve e de Andaluzia. Nesta sessão participam os médicos Natália Correia, Maria José Castro e José Manuel Espinosa Almendro, moderados pela Diretora do Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de Faro Olga Viseu.

O segundo painel será dedicado à apresentação do trabalho desenvolvido no âmbito do projeto Janela Aberta à Família. O responsável pelo programa no Algarve António Pina e Coordenador da equipa na Andaluzia António Garrido Porras são os oradores convidados, moderados por Maria José Castro.

«A sessão da tarde colocará em destaque alguns dos projetos inovadores na área da saúde infantil promovidos pelas duas Regiões com o objetivo de fomentarem a partilha de conhecimentos e troca de experiências entre os profissionais envolvidos nestes projetos, entre eles, A Semana do Bébé de Olhão, O Centro de Saúde das Brincadeiras do ACES Central, o projeto para a Promoção da Parentalidade Positiva ou a Estratégia para a humanização do parto na Andaluzia», acrescentou, num comunciado a ARSA.

«As inscrições são gratuitas, podendo ser efetuadas para o e-mail: msena@arsalgarve.min-saude.pt ,com envio dos seguintes dados: Nome; profissão e entidade empregadora. Para mais informações contactar para o 967 052 502», acrescentou esta entidade.

Comentários

pub