Aljezur vai receber três médicos cubanos em fevereiro

A falta de médicos no Centro de Saúde de Aljezur e extensões de saúde do concelho vai ser colmatada com […]

A falta de médicos no Centro de Saúde de Aljezur e extensões de saúde do concelho vai ser colmatada com a chegada de três clínicos cubanos no próximo mês de fevereiro.

Nesse sentido, a Câmara de Aljezur aprovou hoje em reunião de executivo, um protocolo com a ARS Algarve que visa a colaboração entre as duas entidades.

Desde que foi assinado o acordo entre o Estado português e o Estado cubano para a colocação de médicos no Alentejo e Algarve, esta será a primeira vez em que o concelho de Aljezur vai receber clínicos daquela nacionalidade para garantir prestação de cuidados de medicina geral e familiar.

No âmbito do protocolo aprovado, a autarquia responsabiliza-se pela comparticipação do custo do alojamento e assegurará as deslocações de um médico à extensão de saúde do Rogil.

A manutenção do funcionamento das extensões de saúde de Rogil e Odeceixe ficará também assim garantida, o que representa para o município a certeza da continuidade da maior cobertura na prestação de cuidados de saúde à população do concelho.

A Câmara de Aljezur afirma regozijar-se «com a colaboração e acolhimento que se tem vindo a sedimentar com a ARS Algarve na melhoria da prestação de cuidados de saúde, não apenas nas extensões e centro de saúde, mas também noutros domínios: oferta do serviço de fisioterapia, a Saúde Escolar e a Rede de Cuidados Continuados».

«O esforço financeiro que agora se assume é o garante desta relação e da estratégia que definimos para a política de saúde concelhia», acrescenta a autarquia.

Comentários

pub
pub