Presidente da Câmara de Albufeira fez balanço do ano e definiu perspetivas para 2012

Os representantes máximos da Câmara e da Assembleia Municipal de Albufeira reuniram, no passado dia 28 de dezembro, parte da […]

Os representantes máximos da Câmara e da Assembleia Municipal de Albufeira reuniram, no passado dia 28 de dezembro, parte da comunidade albufeirense para manifestar os votos de um bom ano de 2012 e agradecer a todas as forças vivas o trabalho que tem sido desenvolvido no município.

Desidério Silva aproveitou a ocasião para salientar o empenho levado a cabo pelas associações, empresários, comerciantes, forças de segurança e Juntas de Freguesia do concelho, em prol do desenvolvimento de Albufeira.

Já Carlos Silva e Sousa evidenciou a necessidade de se reunirem esforços para vencer as adversidades que se adivinham. “2012 não vai ser um ano fácil, por isso que temos que ter audácia, esperança e coragem para ultrapassarmos a crise. Através das várias ações de solidariedade e do forte associativismo que se vive no concelho, a comunidade de Albufeira tem demonstrado ser um exemplo de coesão e unidade, essenciais para enfrentar o futuro”, referiu.

A cerimónia, que contou com a atuação do Coro da Câmara Municipal, serviu também para fazer um balanço do ano que está a terminar e apresentar algumas das perspetivas futuras. “Apesar de 2011 ter sido um ano difícil no contexto nacional e autárquico, levámos a cabo várias intervenções e investimentos. Em 2012, as dificuldades irão manter-se, mas tencionamos assumir os compromissos que já estão no terreno e continuar a trabalhar com rigor, exigência e total disponibilidade para ouvir e resolver o problema das pessoas”, frisou o edil de Albufeira.

A abrir o discurso, Desidério Silva sublinhou que “Albufeira é um município com caraterísticas especiais no contexto nacional, face à sua importância turística. Continuaremos a pressionar o Governo para proceder à alteração da lei das finanças locais, para que municípios como o nosso tenham outra forma de financiamento, de acordo com a riqueza que produzem”. O presidente da Câmara albufeirense fez questão de manifestar o seu desacordo com a reforma que pretende eliminar as Juntas de Freguesia de Olhos de Água e Guia: “Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para contrariar essa ideia”, garantiu.

A requalificação do Espaço Público foi uma das áreas em destaque e que continuará a ser tida em conta no novo ano. Intervenções como a requalificação do principal acesso à cidade ou do Túnel de Águas Pluviais de Albufeira, e a ligação dos sistemas de saneamento de Vale da Ursa e Canais marcaram 2011. Desidério Silva salientou a importância do início da construção do novo acesso a Albufeira pela Via do Infante, uma empreitada assegurada pelo Governo Central, que o autarca diz ter garantias de “ir para a frente”.

A criação do Gabinete de Reabilitação Urbana de Albufeira (GRUA), veio permitir o desenvolvimento de inúmeras iniciativas com o intuito de valorizar o património e a sua reabilitação. A zona do Centro Antigo e de Montechoro estão a ser alvo de um projeto de requalificação urbana que terá continuidade em 2012.

Em matéria de Educação, o concelho assistiu ao início da construção da EB 1,2,3 da Guia e Pavilhão Desportivo, e ao desenvolvimento de diversos projetos educativos direcionados às crianças e jovens. O melhoramento das acessibilidades nas escolas para pessoas com deficiências tem sido um objetivo permanente e que irá continuar a ser contemplado em 2012.

Quanto à Cultura, tem-se apostado num reforço do papel da Biblioteca Municipal, das Galerias de Arte e respetivas exposições. A inauguração do Museu do Acordeão, em Paderne, foi um dos momentos relevantes de 2011. Para o novo ano, dar-se-á continuidade ao projeto do Museu do Barrocal, com assinatura de Siza Vieira, assim como à aposta na organização de eventos culturais de qualidade.

Em termos de Desporto, a autarquia reforçou a formação e participação da juventude nos espaços desportivos do concelho e as parcerias com clubes e associações nas diferentes modalidades.

No Turismo, o município tem procurado consolidar a aposta em Espanha, nomeadamente em Andaluzia, Estremadura e Galiza. “Marcámos presença nas principais feiras de turismo nacionais e internacionais e procurámos estabelecer contatos com novos operadores e agentes de viagens que nos permitam continuar a valorizar Albufeira”, referiu Desidério Silva. A celebração de um protocolo de colaboração com o município de Badajoz abriu mais uma porta para a promoção do concelho além-fronteiras.

Nas questões do Ambiente, Albufeira voltou a liderar, conquistando o maior número de galardões ambientais a nível nacional: 20 Bandeiras Azuis, 18 praias com água de ‘Qualidade de Ouro’, 13 Bandeiras ‘Praia Acessível’, 9 zonas balneares com distinção ‘Praia Saudável’ e uma Bandeira ‘ECO XXI’.

Na área da Ação Social, o município continua a ajudar mais de duas centenas de famílias do concelho através do apoio ao arrendamento e a estratos sociais desfavorecidos. A abertura da Cantina Social, que permite prestar apoio alimentar aos munícipes mais carenciados, foi outra das apostas que marcaram 2011. É intenção da autarquia continuar a apoiar as IPSS e dar continuidade aos programas de apoio aos mais desfavorecidos, como é o caso da Teleassistência a idosos ou Bolsas de Estudo.

As questões relacionadas com a Segurança e Saúde, que levaram Desidério Silva a reunir com o Poder Central, também mereceram uma preocupação permanente por parte do executivo e irão continuar em evidência no novo ano.

A encerrar os discursos, Desidério Silva e Carlos Silva e Sousa deixaram votos de prosperidade para 2012 a todos os presentes.

Comentários

pub