GNR apanha duo de assaltantes que tentou fuga a alta velocidade em Ferreiras

Uma patrulha do Destacamento de Trânsito da GNR de Albufeira deteve ontem, dia 19, pelas 17h40, na zona de Ferreiras, […]

Uma patrulha do Destacamento de Trânsito da GNR de Albufeira deteve ontem, dia 19, pelas 17h40, na zona de Ferreiras, dois homens de nacionalidade ucraniana, depois de eles tentarem fugir a alta velocidade e acabarem por chocar com a sua viatura, de frente, num camião que circulava em sentido contrário.

Os homens, ambos com 34 anos de idade, acabaram por ser detidos por posse de arma proibida e ainda pela prática de condução perigosa e falta de carta de condução.

Segundo a GNR, os seus militares circulavam na Avenida 12 de Julho, na localidade de Ferreiras, quando se aperceberam que a viatura que circulava à sua frente não tinha feito a inspeção periódica obrigatória.

Por isso, mandaram-na parar, mas a ordem não foi acatada pelo condutor, que encetou «um conjunto de manobras perigosas a alta velocidade, que terminou numa colisão frontal com um pesado de mercadorias que circulava em sentido oposto».

O condutor e passageiro sofreram ferimentos ligeiros em resultado do choque e o passageiro ainda tentou a fuga a pé, mas acabou por ser detido após curta perseguição.

Depois de revistados, a GNR constatou que o duo estava na posse de um taser. Na busca à viatura, foram encontradas diversas munições, algumas de calibre de guerra, bem como ferramentas de corte, gazuas e dois gorros passa-montanhas, material normalmente usado para atividades criminosas.

No interior da viatura foram ainda encontradas algumas peças de ourivesaria e um barrete de serviço utilizado pela GNR, «estando a apurar-se de que modo se apoderaram os detidos desta peça de uniforme».

Com a colaboração do SEF, veio a confirmar-se que sobre um dos detidos também pende processo de expulsão, existindo um mandado de detenção para prestação de Termo de Identidade e Residência para o segundo.

Os detidos são hoje presentes no tribunal Judicial da Comarca de Albufeira, para conhecerem as medidas de coação a que vão ficar sujeitos.

Comentários

pub