Câmara de Monchique quer início da Televisão Digital Terrestre (TDT) apenas em finais de abril

O presidente da Câmara Municipal de Monchique pediu, em ofício enviado ao presidente da ANACOM, que esta entidade avalie as […]

O presidente da Câmara Municipal de Monchique pediu, em ofício enviado ao presidente da ANACOM, que esta entidade avalie as condições de entrada em funcionamento da Televisão Digital Terrestre (TDT) na área do concelho de Monchique e que alargue o prazo.

O Município de Monchique será abrangido pela 1ª fase de passagem ao sistema TDT, ou seja, serão desligadas as emissões analógicas no dia 12 de janeiro de 2012.

A nível nacional, estima-se que cerca de 13% dos portugueses tenham que receber a emissão digital por satélite (DTH), mas, no caso do concelho de Monchique, «esta percentagem é bastante superior».

Segundo o autarca Rui André, na carta enviada à ANACOM, a maior parte do concelho de Monchique «terá a inevitabilidade de recorrer a esta forma de transmissão bastante mais onerosa e, tratando-se de uma parte significativa da zona urbana (histórica), um inconveniente impacto visual no edificado».

O edil monchiquense recorda que «este é um concelho que apresenta uma população envelhecida, e que grande parte desta tem na televisão o único entretenimento, sendo que é também, segundo recentes dados do INE, o concelho com menor poder de compra da região».

Por outro lado, «existe pouca informação para a população aqui residente, apesar de todos os esforços da Câmara Municipal e de outras entidades privadas, sobre o processo inerente, o que adquirir, que apoios poderão ter ou mesmo sobre a cobertura do serviço».

Aliás, no dia 14 de dezembro, decorreu em Monchique uma Sessão de Esclarecimento em parceria com a ANACOM, DECO e Câmara Municipal, sobre a entrada em funcionamento da TDT.

Esta sessão foi muito participada, tendo a população de Monchique manifestado muitas dúvidas sobre a entrada em funcionamento deste serviço.

Tendo em conta as especificidades de Monchique, o presidente Rui André manifesta o seu «profundo descontentamento pela forma como este concelho é marginalizado, apresentando certamente taxas de cobertura de TDT inferiores a qualquer concelho do país».

Por isso, solicitou, na sua carta à administração da ANACOM, o «alargamento do prazo de desligação do sistema analógico até 26 de abril de 2012», de forma a que se possa «pensar noutra solução» e porque, «dada a extensão do território em causa, torna-se quase impossível que quer os serviços da PT, quer outros agentes contratualizados com esta, possam dar resposta ao número de solicitações».

O autarca pediu ainda que a se estude «a possibilidade de estender a “zona TDT”, que, neste momento se encontra na Fóia, ficando grande parte do território de Monchique com “sombra”, incluindo a zona da Vila, com a colocação de um repetidor, de forma a melhorar, significativamente, a cobertura e consequentemente o serviço».

Comentários

pub