ACTA reedita espetáculo «Bullying» em escolas algarvias a partir de janeiro

A violência escolar vai voltar a ser abordada pela ACTA-A Companhia de Teatro do Algarve nas escolas básicas do Algarve, […]

A violência escolar vai voltar a ser abordada pela ACTA-A Companhia de Teatro do Algarve nas escolas básicas do Algarve, através de mais uma digressão da peça «Bullying», que irá começar a 5 de janeiro, em Faro.

O périplo da companhia teatral algarvia por escolas do 2º e 3º ciclos vai continuar até 20 de abril. Neste período serão visitadas escolas dos concelhos de Albufeira, Aljezur, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Olhão, Portimão, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

No espetáculo, «são abordados os temas da agressão física, agressão verbal ou indisciplina no espaço da escola, inclusivamente na sala de aula, com o objectivo de confrontar os alunos com estas questões».

A peça, explicou a ACTA numa nota de imprensa, «trata sobre a problemática da violência no meio escolar a partir de situações tipo, enquadradas pelo jogo dramático que é desenvolvido numa vertente interactiva, permitindo aos alunos assumirem diferentes papéis: professor, pai, auxiliar de acção educativa ou membro da Comissão Executiva».

«Bullying» volta a estabelecimentos de ensino da região após «várias solicitações por parte do corpo docente das escolas».

Encenado por Paulo Moreira, que criou a peça em conjunto com Glória Fernandes e Luís de A. Miranda, «Bullying» conta com a participação dos actores Bruno Martins, Carla Dias, Mário Spencer e Tânia Silva.

Comentários

pub