Mercado de Querença oferece produtos da terra, workshops e um passeio cultural

Batata-doce assada, couves, grão, abóbora, bróculos, espinafres, louro, azeitonas, figos-cheios, estrelas-de-figo, amêndoas, piri-piri. Estes são apenas alguns dos produtos que […]

Batata-doce assada, couves, grão, abóbora, bróculos, espinafres, louro, azeitonas, figos-cheios, estrelas-de-figo, amêndoas, piri-piri. Estes são apenas alguns dos produtos que se pode encontrar no domingo, dia 27, no Mercado de Querença.

Esta é a segunda edição do mercado, promovido no âmbito do Projeto Querença, e inclui também dois workshops, um sobre medronho e outro sobre artesanato inovador, um passeio à descoberta do património cultural da aldeia e ainda bons petiscos nos restaurantes e cafés da terra, bem como animação musical.

Às 9 horas, começa o Passeio Cultural em Querença, com apenas três quilómetros de extensão, guiado por um filho entusiasta da terra, Luís Guerreiro. O passeio levará os 20 participantes inscritos a descobrir o património histórico e cultural desta aldeia do interior do concelho de Loulé.

As inscrições são obrigatórias (marketing@projectoquerenca.com ou 289 442607), custam 5 euros (inclui seguro) e têm de ser feitas até esta sexta-feira.

À mesma hora, também no largo da igreja, começa o Workshop sobre Medronho, que terá como formadores o senhor Leonardo e Paula Miguel.

As atividades tradicionais do mundo rural estão em decadência, mas há saberes que perduram no tempo. Quem participar neste workshop vai aprender, por exemplo, a apanhar os melhores medronhos para a produção de aguardente, mas também a fazer receitas culinárias com o fruto do medronheiro.  Já provou pudim de medronho? Quer saber como se faz? então participe nesta atividade!

A inscrição custa também 5 euros, estando limitada a 15 pessoas (marketing@projectoquerenca.com ou 289 442607).

O outro workshop do dia debruça-se sobre o artesanato inovador. Trata-se de uma parceria com o Projeto TASA (Técnicas Artesanais Soluções Atuais), que se centra na renovação estratégica do produto artesanal.

Este workshop dá a oportunidade aos participantes de aprender a trabalhar com cana e cortiça para criar brinquedos tradicionais.

As inscrições custam 5 euros (um adulto + uma criança) e estão limitadas a 15 pessoas (marketing@projectoquerenca.com ou 289 442607). A formação será dada por Ana Silva.

Além dos produtos da aldeia e arredores que se pode comprar no Mercado (que funciona das 10 às 13 horas, no largo da Igreja), também o Restaurante de Querença estará aberto e oferece um menu especial para o mercado, que custa 10 euros para os adultos e cinco para as crianças. O restaurante vai reabrir em breve, com nova gerência, pelo que dentro de pouco tempo estará de volta ao largo da Igreja de Querença um dos seus ex-libris gastronómicos.

 

Comentários

pub
pub