Hoje e amanhã há rastreio inédito ao Aneurisma da Aorta Abdominal no Algarve

Numa iniciativa inédita, a campanha «Aorta é Vida» e o Hospital Particular do Algarve promovem hoje e amanhã, dias 24 […]

Numa iniciativa inédita, a campanha «Aorta é Vida» e o Hospital Particular do Algarve promovem hoje e amanhã, dias 24 e 25 de novembro, a primeira ação de rastreio ao Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA), de forma a sensibilizar a população do Algarve para esta doença grave, progressiva e silenciosa.

A iniciativa tem como objetivo informar e rastrear a população algarvia, sobretudo os homens com idade igual ou superior a 65 anos, fumadores ou ex-fumadores, e com antecedente familiar de aneurisma aórtico.

Os rastreios gratuitos vão realizar-se entre as 9 e as 18 horas, no dia 24 de novembro, na Unidade do Alvor e dia 25 de novembro, na Unidade de Faro – Gambelas.

“Pela primeira vez, a região do Algarve vai receber uma ação de rastreios gratuitos ao AAA. Por ser uma doença que normalmente não apresenta sintomas, a realização destas ações de sensibilização e rastreio é muito importante já que apenas 50 por cento dos pacientes em ruptura do AAA chegam vivos ao hospital e destes, 30 a 50 por cento morrem após cirurgia”, explica Sérgio Silva, coordenador do Departamento de Cirurgia Vascular do Hospital Particular do Algarve.

De acordo com João Albuquerque e Castro, cirurgião vascular e Coordenador Nacional da Campanha «Aorta é Vida», “esta parceria pretende alertar a população residente no Algarve para esta doença grave, divulgando os fatores de risco e despistando a existência de aneurisma da aorta abdominal através de uma simples ecografia. Desta forma, estaremos também a promover o diagnóstico precoce da doença, essencial para a vigilância do doente e para a selecção do tratamento mais adequado”.

Para mais informações, consulte: www.aortaevida.com ou www.hpalg.com

 

Sobre o Aneurisma da Aorta Abdominal

O aneurisma da aorta abdominal é uma doença grave que frequentemente não apresenta quaisquer sintomas. Trata-se de uma dilatação lenta e progressiva da aorta, a maior artéria do organismo que, quando rompe, origina uma perda de sangue muito grave que pode resultar em morte súbita.

Estima-se que, na Europa, 80 milhões de pessoas com mais de 65 anos estejam em risco de desenvolver um aneurisma da aorta abdominal e por esta razão se tornam prementes as campanhas de sensibilização.

A Campanha «Aorta é Vida» é uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV) e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardio-Torácica e Vascular (SPCCTV), com o apoio da Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral (APMCG), com o objetivo de alertar e consciencializar a população portuguesa para o aneurisma da aorta abdominal, divulgando os principais fatores de risco, de forma a aumentar o número de diagnósticos precoces e evitar o número de mortes por rutura desta artéria.

Comentários

pub