Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio e Fundação do Pulmão promovem ações de prevenção em Portimão

A Fundação do Pulmão e o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio promovem nos próximos dias duas iniciativas, com um carácter […]

A Fundação do Pulmão e o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio promovem nos próximos dias duas iniciativas, com um carácter preventivo de saúde respiratória.

Assim, nos dias 16 e 17 de novembro, terá lugar uma ação de Informação e Rastreio (espirometrias) no Centro Comercial Continente de Portimão (entre as 9h00 e as 18h00).

Para o dia 18, está marcada uma ação de Rastreio a todos os colaboradores da Câmara Municipal de Portimão e portadores do Passaporte Sénior (entre as 9h00 e as 17h30).

Na sequência da comemoração do Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e do Dia Mundial sem Tabaco, a Fundação do Pulmão e o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio criaram sinergias no sentido de incentivar e informar a população sobre a manutenção de uma boa saúde respiratória.

Da união de esforços das duas instituições, que se deve ao facto do representante regional da Fundação do Pulmão, o médico João Munhá, ser igualmente médico pneumologista da Instituição, surgiu um conjunto de iniciativas, com um carácter preventivo de saúde respiratória.

A divulgação das iniciativas será reforçada pela Rádio Alvor FM 90.1, que se associou a esta causa e que continuará a integrar informação preventiva sobre a saúde respiratória.

Existem estimativas que apontam que a DPOC afeta cerca de 14% da população portuguesa e que é uma das principais causas de morbilidade crónica, perda de qualidade de vida e mortalidade em Portugal.

Uma das principais causas da DPOC é o tabagismo e a exposição a gases tóxicos ou nocivos.

O CHBA é um dos hospitais portugueses que possui um Programa de Reabilitação Respiratória, constituído por uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde, que aplica um programa de treino físico, educação para a autogestão, regime alimentar específicos e criteriosamente adaptados, com o intuito de melhorar a capacidade funcional, os sintomas e a qualidade de vida dos doentes com DPOC.

Estas ações foram possíveis de organizar pela Fundação do Pulmão e CHBA graças ao contributo de Linde, Câmara Municipal de Portimão, Centro Comercial Continente de Portimão e AlvorFM.

Comentários

pub
pub