Taça da Liga: Portimonense vence Feirense por 1-0 e coloca-se em vantagem para a segunda mão

O Portimonense venceu esta tarde o Feirense por 1-0 em casa, e ganhou vantagem na segunda eliminatória da Taça da […]

O Portimonense venceu esta tarde o Feirense por 1-0 em casa, e ganhou vantagem na segunda eliminatória da Taça da Liga que só se vai decidir, daqui a quinze dias, com a realização da segunda mão, em Santa Maria da Feira. Felipe Miranda que entrou ao intervalo foi o herói do jogo ao marcar o golo que ditou o resultado final.

A equipa algarvia entrou forte na partida e, logo aos 2 minutos, podia ter inaugurado o marcador, mas Ricardo Nunes chegou ligeiramente atrasado a um cruzamento de Ricardo Pessoa, após boa jogada de envolvimento dos alvinegros.

A resposta do Feirense surgiu apenas ao minuto 15 e na sequência de um lance de bola parada. Miguel Pedro, na cobrança de um livre à entrada da área, obrigou Ivo a voar e a defender o remate para canto.

A primeira parte não foi bem jogada, e a chuva que se abateu sobre o Estádio Municipal de Portimão a partir da meia hora de jogo, não ajudou ao espetáculo.

Ao intervalo, João Bastos fez uma alteração e tirou o desinspirado Simi e fez entrar para o seu lugar Felipe Miranda. A aposta do técnico alvinegro não podia ter sido mais certeira. Ao minuto 56, Ivo lançou a bola longa da sua grande área, a defensiva do Feirense falhou a interceção e o avançado brasileiro, na cara de Paulo Lopes, não teve dificuldades em inaugurar o marcador.

Em desvantagem, o Feirense procurou aproximar-se mais da baliza do Portimonense mas foi a equipa algarvia que esteve perto de ampliar a vantagem ao minuto 72, num livre batido por Ricardo Nunes, que Paulo Lopes conseguiu defender com alguma dificuldade.

Com o decorrer dos minutos, a pressão do Feirense intensificou-se, mas o Portimonense, muito acertado a defender, não permitiu que o perigo rondasse a baliza de Ivo.

Já com o jogo a terminar, os adeptos que se deslocaram ao Estádio Municipal de Portimão ainda se assustaram ao ver a bola entrar na baliza de Ivo, mas a partida já estava interrompida pelo árbitro Marco Ferreira.

 

Equipas

Portimonense: Ivo, Ricardo Pessoa, Eliézio, Ruben Fernandes, Marco Tiago; Organista (Jonas 75′), Wakaso, Fabrício (Vitor Gonçalves 58′), Rafa, Ricardo Nunes e Simi (Felipe Miranda 45′).

Suplentes: Goda, Semedo, Jonas, Felipe Miranda, Ben Traoré, Vitor Gonçalves e Zambujo.

 

Feirense: Paulo Lopes, Mika (Pedro Queirós 80′), Henrique, Varela, Stopira; Siaka Bamba (Sténio 80′), Cris, Hélder Castro (Carlos Fonseca 65′), Ludovic, Miguel Pedro e Jonathan.

Suplentes: Douglas, William, Luciano, Pedro Queirós, Diogo Cunha, Sténio e Carlos Fonseca

 

Reações:

 

João Bastos

“Todo o plantel quer dedicar esta vitória à Cracep, que visitámos esta semana. Depois quero agradecer ao público que aqui veio pelo apoio. Quero também dar os parabéns aos nossos jogadores pelo empenho com que jogaram. Não foi um jogo fácil, contra uma equipa da Primeira Liga, com bons jogadores. Penso que somos justos vencedores. Estivemos melhor, quer com bola, quer sem bola, quer nas transições. A equipa soube jogar com bola nos momentos em que podia jogar com ela. Na segunda parte, queríamos ter saído em contra-ataque mais vezes, não conseguimos, mas estivemos muito bem a defender, com muito rigor. Este é um resultado muito importante para o nosso futuro”.

 

Quim Machado

“Na primeira parte, a jogar a favor do vento, foi-nos difícil chegar em posse de bola à área do Portimonense, mas a segunda parte foi toda nossa. O golo surge de um erro nosso. Na segunda mão vamos tentar retificar o resultado. Vamos ter que marcar 2 golos em casa. Hoje, o Feirense criou boas situações de golo, mas é difícil jogar contra nove homens atrás da linha da bola. Esteve aqui o Benfica e viu-se o mesmo. O Portimonense apanhou-se a ganhar, tentou defender-se, e ganhou injustamente na minha opinião”.

 

Comentários

pub