Eduardo Ramos leva música tradicional para crianças ao Auditório de Olhão

O mês de novembro começa em grande para as crianças olhanenses e visitantes, com a apresentação de um espetáculo de […]

O mês de novembro começa em grande para as crianças olhanenses e visitantes, com a apresentação de um espetáculo de música tradicional para crianças no Auditório Municipal de Olhão. É já no dia 1 de novembro, às 16h00, com Eduardo Ramos.

Eduardo Ramos, conhecido cantor compositor e multi-instrumentista, apresenta-se num recital, no palco do auditório olhanense, cantando poesia infantil do poeta José Fanha, cujas melodias são de sua autoria.

Ao mesmo tempo, toca guitarra, alaúde árabe, kissanje e berimbau, enquanto é acompanhado por um percussionista e uma flautista. Trazem-nos canções tradicionais com influências de diversas partes do mundo.

“Em 1997 assisti a um concerto com o grande alaudista tunisino Anwar Brahen, no Cine-Teatro em Silves. ‘É este instrumento que eu quero tocar’, disse para si próprio nessa altura. Depois, Eduardo Ramos foi à Tunisia propositadamente comprar o seu primeiro alaúde árabe. “Representou uma mudança radical na minha vida e no meu percurso musical”, diz Eduardo Ramos a propósito do seu encontro com o alaúde árabe.

O multifacetado artista nasceu em Penedo Gordo, aldeia a cinco quilómetros de Beja, em 1951. Tocou harmónica e acordeão em criança. Mas desde os 15 anos, quando aprendeu a tocar viola, nunca mais deixou os instrumentos de corda. Cantou temas de Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira. Em Angola familiarizou-se com os ritmos africanos.

Após o 25 de Abril radicou-se no Algarve, onde cantava em hotéis. Um dia descobriu que o alaúde árabe era o “seu” instrumento. Foi uma mudança radical. A partir daí, Eduardo Ramos tornou-se o grande divulgador, como cantor, músico e compositor de Al-Mutamid e dos poetas luso-árabes.

Comentários

pub
pub