Centro de Investigação em Ciências do Ambiente e Empresariais do INUAF quer dinamizar serra algarvia

O Centro de Investigação em Ciências do Ambiente e Empresariais (CICAE) do Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF) quer dinamizar […]

O Centro de Investigação em Ciências do Ambiente e Empresariais (CICAE) do Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF) quer dinamizar a serra algarvia durante os próximos três anos. O projeto PROFORBIOMED, apresentado sexta-feira durante o Seminário Internacional de Valorização de Recursos Locais, é financiado pela comunidade europeia e irá decorrer em seis países em simultâneo.

Em Portugal, o projeto é coordenado pelo CICAE, em parceria com a Algar e Direção-geral de Florestas. De acordo com Domitília Marques, docente do INUAF e responsável do CICAE, “este projeto irá permitir a utilização da biomassa para produzir energia e até utilização em produtos farmacêuticos e cosmética, de maneira a que os proprietários do sobreiral possam desta forma obter uma fonte de rendimento e gerir melhor o seu sobreiral”.

Este projeto promove as energias renováveis no meio rural, através do desenvolvimento de uma estratégia integrada para o uso da biomassa florestal, da melhoria dos sistemas de gestão ambiental e desenvolvimento de novas oportunidades empresariais.

Este seminário contou ainda com a apresentação de diversos trabalhos de índole científica, tais como o «Estudo da propagação e cultivo sustentável de halófitas na reserva de Castro Marim e Vila Real de Santo António», que está a ser realizado pelo CICAE, ou «Contributo da avaliação ambiental estratégica para a política de regulação do segmento upstream da indústria petrolífera em Portugal», por Rebelo Marques, docente do INUAF, entre outros.

Este II Seminário Lusobrasileiro de Ciências do Ambiente e Empresariais foi organizado no âmbito de uma parceria entre o Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF/Portugal) e o Centro Universitário de Lins (UNILINS/Brasil) e realizou-se nos dias 13, 14 e 15 de Outubro.

Turismo e Desenvolvimento Sustentável, Conservação e Recuperação Ambiental, Inovação e Sustentabilidade e Tecnologias Ambientais foram os principais temas das mais de 20 comunicações apresentadas.

O seminário contou com a presença de uma centena de participantes.

Comentários

pub
pub