Aeroporto de Faro abre terminal, mas só para quem está de partida (atualizada)

  Ainda sem estrutura provisória, mas com um ambiente bem calmo, o Aeroporto de Faro voltou a abrir as portas […]

 

Ainda sem estrutura provisória, mas com um ambiente bem calmo, o Aeroporto de Faro voltou a abrir as portas do terminal. As queixas de falta de informação continuam a ouvir-se, mas no Parque P6, onde eram deixados os passageiros que chegavam depois do controlo de segurança e fronteira, esperava muito pouca gente.

O  diretor do Aeroporto de Faro garantiu ao Sul Informação que a instalação da estrutura prometida desde ontem ia começar ainda esta tarde. «Já estiveram a fazer as medições e foram buscar o material. Devem estar a começar a instalação a qualquer momento», disse, esta tarde, Correia Mendes.

Por outro lado, já começaram as obras de remoção dos destroços resultantes do fenómeno meteorológico que afetou a infraestrutura aeroportuária algarvia na passada terça-feira. Na zona das chegadas e dos escritórios da administração já está instalada uma grua e estão a operar diversos trabalhadores.

O responsável máximo pelo aeroporto algarvio adiantou ao nosso site que no dia de ontem, em que o terminal foi encerrado devido à previsão de mau tempo, foi dada prioridade ao escoamento de passageiros e as atenções focaram-se na viabilização do maior número de voos possível. «Eu acho que as pessoas preferiram estar em casa ao final do dia, apesar de terem tido de esperar um pouco em condições menos boas. A função de um aeroporto é colocar as pessoas a voar», ilustrou.

Hoje, os passageiros já não se viam obrigados a esperar no Parque P6 e, na sua maioria, dirigiam-se à zona de acesso público do terminal, caso tivessem de aguardar por transporte. Menos sorte tiveram os que esperavam em terra a chegada de passageiros, que não tinham local onde se abrigar nem qualquer informação sobre voos.

A ANA Aeroportos anunciou ao início da tarde que havia montado uma estrutura provisória no exterior do terminal para acolher todos os que chegam a Faro, depois de recolhidas as bagagens e feito o controlo de segurança e fronteira na Zona Internacional.

«O processamento dos passageiros que chegam a Faro, depois de recolhidas as bagagens, vai fazer-se de autocarro a partir da área internacional do Aeroporto para o Parque de Estacionamento P6 do Aeroporto, onde está montada uma estrutura provisória para respetivo acolhimento», anunciou a empresa, num comunicado.

A instalação desta estrutura foi anunciada para ontem, dia em que o terminal foi fechado ao público por razões de segurança. Mas até meio da tarde os passageiros que chegavam tinham de esperar numa zona desabrigada a entrada para um autocarro, que os levava ao Pier junto da pista.

Apesar «dos incómodos sofridos pelos passageiros, que a ANA lamenta», a operação aérea não sofreu revezes consideráveis. Dos 122 voos previstos, realizaram-se 116. «Com efeito, durante a noite, foram cancelados três voos e divergidos outros três por razões de segurança devido ao mau tempo que se veio a registar», revelou a empresa.

(Atualizada às 17h50)

Comentários

pub
pub